web analytics

Sinais vindos do espaço podem ser de alienígenas avançados, cogitam cientistas

Tempo de leitura: 2 minutos


Sinais vindos do espaço, as rajada rápidas de rádio (RRRs), são um dos mistérios mais desconcertantes do cosmos para vários dos principais astrônomos e físicos do mundo.

Sinais vindos do espaço podem ser de alienígenas avançados, cogitam cientistas

Explosões rápidas de rádio (RRRs), os misteriosos sinais vindos do espaço, estão entre os eventos mais enigmáticos e poderosos do cosmos. Cerca de 80 desses eventos – explosões intensas de milissegundos de ondas de rádio vindas de além de nossa galáxia – foram testemunhados até agora, mas suas causas permanecem desconhecidas.

Apesar de acontecerem com frequência – milhares ocorrem no céu inteiro todos os dias – mas apenas algumas dúzias de RRRs já foram captadas. Os cientistas não sabem o que os causa, mas deve envolver uma energia incrível – equivalente à quantidade liberada pelo Sol em 80 anos.

“‘Ainda não temos novas pistas sobre se a origem é artificial ou natural“, disse o astrônomo de Harvard, Avi Loeb sobre rajadas rápidas de rádio, um dos grandes mistérios astrofísicos.

Em um feito raro, os pesquisadores da Caltech capturaram uma nova explosão, chamada FRB 190523, identificando suas origens em uma galáxia a 7,9 bilhões de anos-luz de distância.

Em um estudo de 2018, o Loeb examinou a possibilidade de que as rajadas rápidas de rádio venham de transmissores de rádio construídos por uma civilização alienígena avançada – talvez evidência de poderosos feixes de energia usados ​​para impulsionar naves alienígenas. Ele também teorizou que as fontes repetidoras são mais prováveis ​​de serem sinais de alienígenas, porque explicações de origem natural provavelmente produziriam apenas uma única explosão.

Loeb e seu colega Manasvi Lingam, da Universidade de Harvard, examinaram a viabilidade de criar um transmissor de rádio forte o suficiente para ser detectável em distâncias tão imensas. Eles descobriram que, se o transmissor fosse alimentado por energia solar, a luz do Sol caindo em uma área de um planeta com o dobro do tamanho da Terra seria suficiente para gerar a energia necessária. Um projeto de construção tão vasto está muito além da nossa tecnologia, mas está dentro das possibilidades, de acordo com as leis da física.

Vikram Ravi, um professor assistente de astronomia na Caltech, que trabalha com os radiotelescópios da OVRO, situados a leste das montanhas de Sierra Nevada, na Califórnia, focando-se em explorar o universo efêmero e invisível, disse:

 Encontrar os locais das RRRs únicas é um desafio, pois requer um radiotelescópio que possa descobrir esses eventos extremamente curtos e localizá-los com o poder de resolução de uma antena parabólica de uma milha.

 As RRRs podem ser usadas ​​para estudar a quantidade e a distribuição de matéria em nosso universo, o que nos dirá mais sobre os ambientes nos quais as galáxias se formam e evoluem.

À medida que as ondas de rádio dos RRRs se dirigem para a Terra, a matéria intermediária faz com que alguns comprimentos de onda viajem mais rápido que outros; os comprimentos de onda se dispersam da mesma maneira que um prisma espalha a luz em um arco-íris. A quantidade de dispersão diz aos astrônomos exatamente quanta matéria existe entre as fontes da RRR e a Terra.

Ravi diz:

A maioria das matérias do universo é difusa, quente e fora das galáxias. Este estado da matéria, embora não seja ‘escuro’, é difícil de observar diretamente. No entanto, seus efeitos são claramente impressos em todas as RRRs, inclusive a que detectamos a uma distância tão grande.

As RRRs são explosões de alta energia que se originam além da nossa galáxia, mas cuja natureza exata é desconhecida. Elas parecem vir de objetos extremos de alta energia, mas, como duram apenas alguns milissegundos, sua origem permanece um mistério profundo…

(Fonte)


Enquanto os cientistas não conseguem encontrar uma explicação natural para essas rajadas rápidas de rádio, não pode ser descartada a tese de que possam ser originárias de civilizações alienígenas avançadas espalhadas pelo universo.

Até que sua causa seja definitivamente descoberta, as asas da imaginação humana darão margem para muitas hipóteses.

n3m3

Você pode ajudar na manutenção do OVNI Hoje. Clique aqui para saber mais.

ATENÇÃO: Este site publica notícias que estão sendo disponibilizadas na Internet a respeito do fenômeno OVNI, bem como assuntos alternativos relevantes ao nosso planeta/Universo e à raça humana. Antes de criticar um artigo aqui publicado, entenda nossa missão clicando neste link.



Participe dos comentários mais abaixo…

Termos recém pesquisados por leitores: