web analytics

Torres de gelo sugerem potencial para a vida em Plutão

Tempo de leitura: 2 minutos


A existência de algas no alto da Cordilheira dos Andes sugere a possibilidade de vida em mundos gelados e distantes, como Plutão.

Torres de gelo sugerem potencial para a vida em Plutão
As partes mais altas dos Andes são notoriamente inacessíveis. Crédito de imagem: NASA

Onde quer que haja água líquida, existe vida – isto é, de acordo com um novo estudo publicado por pesquisadores alunos da Universidade do Colorado em Boulder, que identificaram um habitat para a vida em um dos ambientes mais inóspitos e inacessíveis da Terra.

As torres de gelo – que são estruturas de gelo em forma de adaga encontradas no alto da Cordilheira dos Andes – abrigam comunidades microbianas que parecem estar prosperando apesar da temperatura baixa, baixa umidade, ventos extremos e exposição à radiação ultravioleta devido à alta altitude.

O professor Steve Schmidt disse:

Esta é uma área muito remota e de difícil acesso. Toda a parte de trás de uma de nossas picapes tiveram que ser enchidas com barris de água potável.

Não é uma coisa trivial chegar lá, e essa é uma das razões pelas quais essas formações não foram muito estudadas.

As algas, que aparecem como manchas de coloração vermelha, foram encontradas a 16.000 pés (4.800 metros) acima do nível do mar.

A principal autora do estudo, Lara Vimercati, disse:

As algas da neve têm sido comumente encontradas em toda a criosfera, tanto no gelo quanto na neve, mas nossa descoberta demonstrou sua presença pela primeira vez na elevação extrema de um local hiperárido.

A descoberta enfatiza o quão resiliente a vida pode ser e sugere que os micróbios também poderiam potencialmente sobreviver em situações semelhantes em outros mundos, como Plutão.

Vimercati ainda informou:

Nosso estudo mostra como não importa o quanto desafiadoras as condições ambientais são; a vida encontra uma maneira quando há disponibilidade de água líquida.

(Fonte)

Este site publica notícias que estão sendo disponibilizadas na Internet a respeito do fenômeno OVNI, bem como assuntos alternativos relevantes ao nosso planeta/Universo e à raça humana. Antes de criticar um artigo aqui publicado, entenda nossa missão clicando neste link.


Sim, mesmo a vida tal como conhecemos, que depende de água para sobreviver, deve estar espalhada pelo sistema solar, nas fronteiras mais geladas, como em Plutão e algumas das luas de Júpiter e Saturno.

O dia em que as agências espaciais chegarem até lá com suas sondas para realmente procurar por vida, quase que certamente terão a confirmação dessa vida fora da Terra. Resta saber, porém, se essas agências irão aceitar o que descobriram, e disseminar a informação para todos nós.