web analytics

Cientistas desafiam Einstein com a “Teoria dos Camaleões”

Tempo de leitura: 2 minutos

A gravidade pode ser muito mais misteriosa do que Einstein descobriu.

Cientistas desafiam Einstein com a "Teoria dos Camaleões"

Uma pesquisa da Universidade de Durham (Reino Unido), publicada na revista Nature Astronomy, revela que a Teoria da Relatividade Geral de Einstein pode não ser a única maneira de explicar como a gravidade funciona ou como as galáxias se formam.

Através de supercomputadores, uma equipe de físicos simulou o cosmos usando um modelo alternativo para a gravidade conhecido como Teoria dos Camaleões – assim chamado porque altera o comportamento de acordo com o ambiente – e concluiu que galáxias como a Via Láctea poderiam ter se formado seguindo leis diferentes das da gravidade.

A Teoria da Relatividade Geral foi desenvolvida por Albert Einstein no início do século XX para explicar o efeito gravitacional de grandes objetos no espaço, por exemplo, a órbita de Mercúrio no sistema solar, e até hoje é a base da cosmologia moderna.

Até agora os cientistas sabiam, a partir de cálculos teóricos, que a Teoria dos Camaleões pode reproduzir o sucesso da relatividade no sistema solar, mas o que a equipe da Universidade de Durham tem feito é demonstrar que galáxias reais podem se formar através dessa abordagem.

O professor Christian Arnold, do Instituto de Cosmologia da Universidade de Durham, disse que o estudo “não significa que a Teoria da Relatividade está incorreta”, mas mostra que “não tem que ser a única maneira de explicar o papel da gravidade na evolução do universo”.

O estudo também pode ajudar a entender melhor a energia escura, a substância misteriosa que acelera a velocidade de expansão do universo. Os pesquisadores esperam que essas descobertas possam ser testadas usando o telescópio Square Kilometre Array (SKA), que começará a operar em 2020 e será a maior infraestrutura científica do mundo para tentar localizar a vida inteligente no universo e ver como ela se desenvolveu após o Big Bang.

(Fonte)

Colaboração: Lênio

Este site publica notícias que estão sendo disponibilizadas na Internet a respeito do fenômeno OVNI, bem como assuntos alternativos relevantes ao nosso planeta/Universo e à raça humana. Antes de criticar um artigo aqui publicado, entenda nossa missão clicando neste link.


Não que Einstein estivesse errado, mas deve mesmo haver muito mais mistérios a serem decifrados não somente quanto à gravidade que parece ser uma força dominante no nosso Universo, mas também tantas outras coisas talvez ainda inimagináveis neste momento. Com o que Einstein tinha disponível em sua época, e sobre o pouco conhecimento científico agregado disponível, ele se superou.

E, a propósito, ele também tinha alienígenas em mente:

n3m3

Você pode ajudar na manutenção do OVNI Hoje. Clique aqui para saber mais.



Termos recém pesquisados por leitores:

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado superior direito de cada comentário.

Obrigado.