Vênus foi o primeiro planeta habitável do sistema solar e ainda pode ter vida

Tempo de leitura: 4 min.


Está havendo uma iniciativa para retornar a Vênus a fim de examinar mais de perto este que pode ter sido o primeiro planeta habitável do sistema solar.

Vênus foi o primeiro planeta habitável do sistema solar e ainda pode ter vida

Pesquisas recentes sugerem que Vênus pode ter parecido com a Terra por três bilhões de anos, com vastos oceanos que poderiam ter sido amigos da vida. Darby Dyar, um cientista planetário do Mount Holyoke College, com a equipe de exploração do sistema solar da NASA, disse:

Isso é o que coloca minha imaginação em chamas. Se esse é o caso, houve tempo de sobra para a evolução entrar em ação.

Isso levou Dyar a sugerir que Vênus foi o primeiro planeta habitável do Sistema Solar – “um lugar onde a vida era tão provável que surgisse como na Terra”. Este fato por si só é razão para que as agências espaciais do mundo, desde a NASA à Agência Espacial Européia (ESA) e à agência espacial russa Roscosmos, estejam planejando missões para retornar ao antigo mundo oceânico. A Organização de Pesquisa Espacial da Índia (ISRO) será a primeira a decolar quando lançar um orbitador para Vênus em 2023.

Dyar pergunta:

Por que estamos investindo tanto tempo procurando vida em Marte quando ela só teve água líquida por 400 milhões de anos? E então há Vênus com três bilhões de anos de água e ninguém o ama.

James Garvin, cientista chefe do Goddard Space Flight Center da NASA, está convencido de que, seja o que for, tenha Vênus tido antigamente um oceano ou seja hoje tectonicamente ativo, o planeta estará “além de nossos sonhos mais selvagens. Nós precisamos descobrir. Porque ele está esperando para nos dizer algo e eu odiaria perder o barco.

A dinâmica está se construindo para explorar Vênus, em parte porque os cientistas dizem que pode guardar o segredo para entender o que torna um planeta habitável.

Stephen Hawking observou:

Vênus é como a Terra de muitas maneiras… Ele tem quase o mesmo tamanho da Terra, um pouco mais próximo do Sol. E ele tem uma atmosfera que pode esmagar um submarino.

Vênus hoje é uma morada infernal onde as temperaturas da superfície chegam a mais de 400 °C e nuvens mortais de ácido sulfúrico flutuam no céu.

Shannon Hall escreveu na Nature:

Se os pesquisadores pudessem decifrar porque as condições em Vênus se tornaram tão mortais, isso os ajudaria a avaliar se a vida pode existir em alguns dos mais de mil mundos rochosos que os astrônomos estão descobrindo em toda a Galáxia.

Então, o que deu errado com o éden outrora rico em água?

Hall escreveu:

Embora a Terra e Vênus tenham começado de maneira semelhante, os dois percorreram caminhos evolutivos drasticamente diferentes – divergindo talvez há 715 milhões de anos. Isso pode parecer uma razão para não o visitar, mas os cientistas agora argumentam que isso torna o planeta ainda mais intrigante. Se os pesquisadores pudessem apenas entender o que fez com que Vênus passasse por uma metamorfose tão mortal, eles poderiam obter uma melhor compreensão do que fez a Terra se tornar um refúgio para a vida.

Adriana Ocampo, gerente do programa científico da sede da NASA em Washington DC, disse:

Vênus desempenha um papel fundamental na compreensão de nós mesmos – como a vida evoluiu em nosso próprio planeta.

Laura Schaefer, astrônoma da Universidade de Stanford, na Califórnia, que estuda exoplanetas, disse:

Há uma crescente percepção na comunidade de exoplanetas de que Vênus é o melhor análogo do Sistema Solar para muitos dos exoplanetas rochosos que encontramos.

Thomas Widemann, cientista planetário do Observatório de Paris, escreveu no Twitter:

Pode ser o começo de uma nova década de Vênus. Não entender porque Vênus não chegou e terminar em segundo, significa que nunca saberemos porque e quando a Terra superou sua evolução a longo prazo.

Vênus hospeda fendas, montanhas, continentes e vulcões, tornando-o o planeta geologicamente mais parecido com a Terra no Sistema Solar interior.

Com uma pergunta tão tentadora deixada sem resposta, é fácil ver porque o retorno do ISRO a Vênus criou muita emoção.

Dyar diz:

Estou entusiasmado que ISRO está fazendo isso. Estou muito feliz que a comunidade internacional esteja tomando nota de Vênus e propondo missões. Isso é fantástico.

Nas descobertas de um estudo conduzido pela NASA (Agência Nacional de Aeronáutica e Espaço) em 2002, foi sugerido que Vênus compartilhava traços similares com a Terra e até mesmo tinha água há cerca de 4,5 bilhões de anos. No entanto, à medida que o planeta aquecia cada vez mais, mais vapor de água estava em sua atmosfera, resultando em mais calor sendo aprisionado, o que continuou até que seus oceanos se evaporassem completamente.

Vênus foi criado mais ou menos na mesma época que a Terra, aproximadamente no mesmo lugar, e é mais ou menos do mesmo tamanho – portanto, teria começado com os mesmos materiais que nós, reunidos da mesma região do planeta, formando poeira que sobra do Sol. Mas Vênus agora tem apenas 0,001% do nosso teor de água, e um par de voos pela sonda Venus Express pode ter revelado o motivo.

Em 2008, a sonda descobriu hidrogênio e oxigênio fluindo do lado noturno do planeta em uma proporção de 2:1, que você pode reconhecer como a proporção em H20. Parece que a pouca água que Vênus deixou está sendo destruída na atmosfera pelo vento solar, um vasto fluxo de partículas carregadas sopradas pelo Sol. A Venus Express passou para o lado do dia e mediu quase trezentos quilos de hidrogênio por dia sendo perdidos no espaço. Não encontrou nenhum oxigênio, mas a pesquisa continua.

John T. Clarke, da Universidade de Boston, disse:

Vênus hoje tem uma atmosfera espessa que contém muito pouca água, mas achamos que o planeta começou com um oceano de água.

Os cientistas ainda estão tentando determinar se a água existia na superfície de Vênus ou apenas no alto da atmosfera, onde as temperaturas eram mais frias. Se a temperatura da superfície permanecesse abaixo do ponto de ebulição da água por tempo suficiente, os rios poderiam fluir uma vez no planeta. Vênus pode até ter tido gelo.

(Fonte)

Este site publica notícias que estão sendo disponibilizadas na Internet a respeito do fenômeno OVNI, bem como assuntos alternativos relevantes ao nosso planeta/Universo e à raça humana. Antes de criticar um artigo aqui publicado, entenda nossa missão clicando neste link.


Vênus está mais próximo da Terra do que Marte, quando sua órbita está no mesmo lado do Sol do que nós. Assim, seria possível chegar mais rápido até lá do que até Marte, o que tornaria a missão um pouco mais barata.

De qualquer forma, quanto a questão da vida em Vênus, vale relembrar que, de acordo com alguns cientista russos, algum tipo de vida foi detectada na superfície daquele planeta, como já foi discutido num artigo aqui no OH.

Obviamente essas declarações foram refutadas pela comunidade científica, pois os cientistas tradicionais acham que sob tamanha pressão e calor, nenhuma criatura poderia sobreviver. Mas então, o que dizer das criaturas que foram encontradas aqui mesmo no nosso planeta, nos ambientes infernais ao redor das chaminés hidrotermais, sob enormes pressão e temperatura?

Chaminés hidrotermais no fundo do oceano, com vida prosperando ao seu redor, embora a temperatura da água esteja próxima dos 400 graus Celsius.

Penso que quando eles retornarem a Vênus com o propósito sério de encontrar vida, teremos boas surpresas… isto é, se forem honestos em reportar suas descobertas.

-------

BOMBANDO NO planetaabsurdo.com.br:

PRESENTE PARA BEBÊ COMPRADO EM LOJA DA FLÓRIDA CONTINHA UM RIFLE CARREGADO

-------

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.