web analytics

Homem entrou em contato com alienígenas e a NASA sabe

Tempo de leitura: 2 minutos


Um cineasta supostamente descobriu evidências de que um homem por trás de uma das mais famosas fotos de OVNIs está em constante contato com alienígenas – e a NASA sabe disso.

contato com alienígenas
A foto de OVNI de Billy Meier tornou-se icônica entre os entusiastas de alienígenas (Imagem: WIKIMEDIA COMMONS – GETTY)

Em 1975, o suíço recluso Billy Meier surpreendeu o mundo quando publicou uma imagem do que parece ser um OVNI passando por uma árvore. A imagem é cristalina, e os entusiastas de OVNIs estavam convencidos de que se tratava de evidência de extraterrestres visitando a Terra. Meier afirmou posteriormente que esteve em constante contato com alienígenas e é agora objecto de uma nova investigação que diz que as afirmações dele são efetivamente verdadeiras.

O teórico paranormal Michael Horn afirma ter conduzido centenas de entrevistas com funcionários da NASA como parte de sua pesquisa e diz ter provas conclusivas de que o suíço estava sendo sincero.

Como parte da pesquisa, Horn falou com o cientista da NASA-USGS Ken Herkenhoff, com este último dizendo:

Devo dizer que há muito espero que tenhamos ou sejamos contatados por civilizações avançadas e que possamos aprender com eles, e que as estatísticas de planetas potencialmente habitáveis ​​em nossa galáxia sugerem que provavelmente existem muitas civilizações avançadas.

Horn afirma ter “encontrado mais de 250 exemplos de informações científicas específicas, anteriormente desconhecidas, que Meier publicou”, de acordo com um comunicado de imprensa.

A nova pesquisa afirma que Meier diz ter tido informações fornecidas a ele por alienígenas “sobre cada planeta do sistema solar, bem como buracos negros, a velocidade da gravidade, o iminente ameaça representada pelo asteroide Apophis e eventos terrestres ambientais, sísmicos e vulcânicos”.

Como resultado, Horn, que apresentará sua pesquisa no festival OVNI “Contact in the Desert“, diz que alienígenas têm alertado Meier sobre o destino da humanidade.

Ele disse:

Embora as evidências de Meier sejam certamente extraordinárias, o termo em si é prejudicial. Não foi uma vez ‘extraordinário’ alegar que a Terra se movia em torno do Sol?

Testar quaisquer alegações usando metodologias científicas determinará os fatos reais. A internet permite que qualquer pessoa examine as evidências de Meier, verifique datas de direitos autorais, etc., e use o software de última geração de hoje – não disponível até décadas depois que Meier tirou suas fotos de OVNIs – para analisar e autenticar suas evidências.

 Se considerado genuíno, somos agora confrontados com a descoberta mais importante – e inesperada – da ciência e da história humana, da existência confirmada e do contato contínuo com a vida extraterrestre inteligente.

Se for esse o caso, vamos querer dar uma atenção especial aos avisos que eles forneceram sobre eventos ambientais, geopolíticos e financeiros que possam ameaçar nossa sobrevivência futura.

E eu acho que isso pode ser a razão subjacente para os contatos do Meier.

(Fonte)

Este site publica notícias que estão sendo disponibilizadas na Internet a respeito do fenômeno OVNI, bem como assuntos alternativos relevantes ao nosso planeta/Universo e à raça humana. Antes de criticar um artigo aqui publicado, entenda nossa missão clicando neste link.


O que pensar de Billy Meier? Embora algumas maquetes dos discos voadores que ele alega ter fotografado foram encontradas escondidas em seu celeiro, ele continua afirmando que realmente fotografou naves reais. Também, alguns fatos científicos alegados por ele de terem sido transmitidos pelos supostos alienígenas foram mais tarde comprovados pela ciência. Coincidência?

Em se tratando de Michael Horn, o representante de Meier nos EUA, até agora ele falou muito, mas não provou nada. Vamos ver o que ele trará num futuro próximo, mas desconfio que seja mais do mesmo, pois nem a declaração do cientista da NASA no artigo acima, que deveria dar apoio ao título do mesmo, fala claramente que a NASA afirmou o que Horn diz ter afirmado.