Pikachu: O gato que irá evaporar ao reentrar na atmosfera

Tempo de leitura: < 1 min.

Pikachu, um gato amado que morreu em janeiro devido a complicações após uma batalha contra o diabetes, terá sua cinzas espalhadas no espaço.

* Conteúdo da matéria com veracidade comprovada, de fontes originais fidedignas. (Em se tratando de tese ou opinião científica, só pode ser garantida a veracidade da declaração da pessoa envolvida, e não o fato por ela declarado.) (Missão do OVNI Hoje)

Pikachu: O gato que irá evaporar ao reentrar na atmosfera

De acordo com a Space.com, o humano companheiro do gato, Steve Munt, planeja enviar algumas das cinzas de Pikachu ao espaço, uma estranha homenagem que fará de Pikachu o primeiro felino cremado a entrar em órbita.

O translado do Pikachu para o cosmos acontecerá no serviço memorial da Celestis Pets.

Munt está atualmente arrecadando dinheiro através de um GoFundMe para ajudar a pagar a conta de 5 mil dólares pelo Pikachu, mas disse à Space.com que já comprou o ingresso para um lançamento “em algum momento nos próximos 18 meses”.

A Celestis Pets já lançou em órbita os restos cremados de dois cães, onde a empresa diz que as cinzas permaneceriam até que evaporassem na reentrada da atmosfera.

Os restos de um gato ou de um cachorro são pequenos demais para serem vistos, mas a empresa compara poeticamente a vaporização com uma estrela cadente que cruza o céu.

“Eu queria que Pikachu fosse o primeiro”, disse Munt ao Space.com, e disse que queria “continuar seu legado como explorador e mostrar ao mundo que um gato é tão digno quanto um cão de uma homenagem especial”.

(Fonte)


Sinceramente, por mais que eu goste de animais de estimação e ache que eles merecem todo o respeito, talvez esse dinheiro seria melhor aplicado em causas que favorecessem pessoas ou animais ainda vivos. Mas esta é só minha opinião e espero que Pikachu tenha ido para um bom lugar, se é que animais vão para qualquer lugar depois que morrem.

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.