Terremoto em Marte é registrado pela primeira vez

Tempo de leitura: < 1 min.

O sismógrafo francês SEIS, instalado na sonda InSight da NASA, registrou pela primeira vez um terremoto em Marte, informa o Centro Nacional de Estudos Espaciais da França (de sigla CNES em francês).

* Conteúdo da matéria com veracidade comprovada, de fontes originais fidedignas. (Em se tratando de tese ou opinião científica, só pode ser garantida a veracidade da declaração da pessoa envolvida, e não o fato por ela declarado.) (Missão do OVNI Hoje)

Terremoto em Marte é registrado pela primeira vez
Cúpula que protege o sismômetro InSight do vento e da temperatura.

O som que produziu esse fenômeno se assemelha aos sinais sísmicos que capturaram na superfície da Lua uma das missões Apolo dos Estados Unidos, disse o órgão científico.

Este evento ocorreu em 6 de abril, de acordo com um comunicado oficial do CNES.

Até agora, os pesquisadores não sabem a causa exata do tremor que produziu o som, mas presumem que provavelmente foi um movimento sísmico. Além deste evento, o sismógrafo registrou três sinais que podem ter uma origem igualmente sísmica, já que pelo menos dois não deveriam ter sido causados ​​pelo vento, sublinha o CNES.

Martemoto

Segundo o comunicado, o registro do tremor é um ‘façanha da engenharia’. Diferentemente dos sismômetros usados ​​na Terra, o SEIS não poderia ser enterrado sob a superfície de Marte, mas a equipe francesa foi capaz de criar várias barreiras que isolaram esse dispositivo da influência de ventos, poeira e mudanças de temperatura naquele planeta.

“Estávamos esperando pelo nosso primeiro ‘martemoto’ por meses”, disse Philippe Lognonné, investigador principal da equipe que trabalha com o SSEIS, para quem é “muito emocionante” provar que “Marte ainda é sismicamente ativo”.

Para explicar o significado histórico desta descoberta, o diretor executivo do CNES, Antoine Petit, detalhou:

Marte é o terceiro corpo planetário rochoso do sistema solar estudado por sismólogos, 130 anos após o início da sismologia instrumental na Terra e anos após o primeiro sismógrafo implantado pela Apolo 11 (na Lua), em julho de 1969.

(Fonte)

Colaboração: heliojuni, Lênio


Já era de se esperar que Marte teria abalos sísmicos, e provavelmente todos os corpos solares rochosos também possuem essa característica.

Ouça abaixo o ‘martemoto’ registrado:

-------

BOMBANDO NO planetaabsurdo.com.br:

FIM DOS SMARTPHONES: REVELADO O PROTÓTIPO DE LENTE DE CONTATO INTELIGENTE

-------

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.