web analytics

Grande bola de fogo voa sobre o Mediterrâneo

Tempo de leitura: 2 minutos

O fenômeno ocorreu como resultado da entrada na atmosfera da Terra de uma rocha vinda de um asteroide a uma velocidade de cerca de 65.000 quilômetros por hora.

* Conteúdo da matéria com veracidade comprovada, de fontes originais fidedignas. (Em se tratando de tese ou opinião científica, só pode ser garantida a veracidade da declaração da pessoa envolvida, e não o fato por ela declarado.) (Missão do OVNI Hoje)

Grande bola de fogo voa sobre o Mediterrâneo
Imagem meramente ilustrativa

Os detectores que operam no âmbito do projeto SMART da Universidade de Huelva registaram a passagem de uma bola de fogo sobre o Mar Mediterrâneo, a uma velocidade de 65.000 quilômetros por hora.

Segundo foi informado no domingo (14) o principal investigador do projeto SMART, o professor do Onubense, José María Madiedo, através da rede de observação Meteoroides.net, esta bola de fogo foi gravada às 3h da manhã do dia anterior.

Grande bola de fogo voa sobre o Mediterrâneo 1

A bola de fogo começou a uma altura de cerca de 85 quilômetros da costa do Marrocos, de onde continuou em direção ao nordeste, para terminar a uma altitude de cerca de 31 quilômetros acima do mar. Devido à sua grande luminosidade, a bola de fogo foi vista a mais de 500 quilômetros de distância.

Este evento foi registado pelos detectores do projeto SMART (Universidade de Huelva-Espanha) que operam no âmbito da Rede de Vento e Meteoros do Sudoeste da Europa (SWEMN) dos observatórios astronômicos de Calar Alto (Almería), Sierra Nevada (Granada ), La Sagra (Granada), La Hita (Toledo), Sevilha e Huelva.

(Fonte)


Muitas rochas espaciais entraram em nossa atmosfera nas últimas semanas, inclusive uma que foi vista no estado do Rio Grande do Sul, na sexta-feira, dia 12.

Aproveito a oportunidade para esclarecer a respeito de um erro comum sendo cometido até mesmo por jornalistas profissionais. Muitas pessoas usam o termo meteorito para descrever qualquer estado da rocha espacial, mas esta classificação não pode ser usado para todas as circunstâncias. Veja abaixo a forma correta de classificar um rocha espacial antes de entrar na atmosfera terrestre, durante sua travessia na atmosfera e depois que caiu no solo:

Meteoroide: Rocha espacial viajando pelo espaço, sem ter entrado na atmosfera terrestre.

Meteoro: Rocha espacial viajando pela atmosfera terrestre, geralmente incandescente, comumente chamada de bólido ou bola de fogo.

Meteorito: Rocha espacial que já caiu no solo.

De qualquer forma, aparentemente alguém lá em cima “abriu a caçamba” de rochas, pois são muitas caindo nos últimos meses.