Wikileaks: Julian Assange é preso e acusado pelos EUA de conspiração para hackear um computador do governo

Compartilhe este artigo com a galáxia!
Tempo de leitura: 2 min.

Os Estados Unidos acusaram o fundador do WikiLeaks, Julian Assange, de conspiração para hackear um computador, relacionado ao seu papel na publicação de resmas de documentos secretos americanos em 2010, segundo uma queixa criminal revelada na quinta-feira (11) horas depois das autoridades britânicas o prenderem em Londres.

* Conteúdo da matéria com veracidade comprovada, de fontes originais fidedignas. (Em se tratando de tese ou opinião científica, só pode ser garantida a veracidade da declaração da pessoa envolvida, e não o fato por ela declarado.) (Missão do OVNI Hoje)

Wikileaks: Julian Assange é preso e acusado pelos EUA de conspiração para hackear um computador do governo
Julian Assange, o fundador do WikiLeaks, foi preso quinta-feira (11) na embaixada equatoriana em Londres, onde se abrigara desde 2012. Crédito Créditos: Henry Nicholls / Reuters

A acusação de Julian Assange, o fundador do WikiLeaks, entrou no Tribunal Distrital Federal na Virgínia. (PDF, 7 páginas, 0,22 MB)

A única acusação, conspiração para cometer intrusão de computador, decorre do que os promotores disseram ser sua concordância em quebrar uma senha para um computador secreto do governo dos Estados Unidos. Não é uma acusação de espionagem, um detalhe significativo que será um alívio para os defensores da liberdade de imprensa. O governo dos Estados Unidos havia considerado até pelo menos no ano passado acusá-lo de uma ofensa relacionada à espionagem.

Assange, de 47 anos, estava morando na Embaixada do Equador em Londres desde 2012. Autoridades britânicas o prenderam depois que ele foi expulso pelos equatorianos. A Polícia Metropolitana disse que Assange havia sido detido em parte em conexão com um mandado de extradição apresentado pelas autoridades nos Estados Unidos.

Assange, nascido na Austrália, está há muito tempo na mira do governo dos Estados Unidos desde a publicação em 2010 de documentos e vídeos americanos sobre as guerras no Afeganistão e no Iraque, e telegramas confidenciais enviados entre diplomatas.

Assange foi mais recentemente atacado pela divulgação de sua organização durante a campanha presidencial de 2016 de milhares de e-mails roubados dos sistemas de computadores do Comitê Nacional Democrata, levando a uma série de revelações que envergonharam o partido e a campanha de Hillary Clinton. Os investigadores dos Estados Unidos disseram que os sistemas foram invadidos por agentes russos.

Ele terá o direito de contestar o pedido de extradição dos Estados Unidos nos tribunais britânicos. A maioria das pessoas que lutam contra pedidos de extradição argumentam que o caso é politicamente motivado e não motivado por preocupações legais legítimas.

(Fonte)

Colaboração: Pazifico


E por que o OVNI Hoje está publicado isso?

Porque já em 2010 havia boatos de que Wikileaks poderia desvendar aquivos relacionados aos OVNIs. Na verdade o que foi liberado sobre os OVNIs pelo Wikileaks não foi nada tão importante, como pode ser visto aqui e aqui.

Mas quem sabe se com a prisão de Assange seus associados não irão liberar muitas mais coisas interessantes.

-------

BOMBANDO NO planetaabsurdo.com.br:

PROFECIA? UM VÍRUS CHAMADO WUHAN-400 APARECE EM ROMANCE DE 1981

-------
-------

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.