web analytics

Misteriosa e crescente área quente em Yellowstone está matando a vegetação

Tempo de leitura: 3 minutos

 

Recentemente, foi publicado aqui no OH um artigo intituladoO que aconteceria se o Yellowstone estivesse prestes a entrar em erupção? Naquele artigo, um geólogo assegurou que não há nada para se preocupar a respeito desse supervulcão, cuja erupção mudaria a vida em todo planeta. Contudo, agora os cientistas liberaram novas informações sobre essa região, relatadas abaixo no artigo bem humorado de Paul Seaburn.

* Conteúdo da matéria com veracidade comprovada, de fontes originais fidedignas. (Em se tratando de tese ou opinião científica, só pode ser garantida a veracidade da declaração da pessoa envolvida, e não o fato por ela declarado.) (Missão do OVNI Hoje)

Misteriosa e crescente área quente em Yellowstone está matando a vegetação

Quando as autoridades dizem: ‘Não há nada para se preocupar’, você imediatamente começa a se preocupar? Então, se prepare porque os especialistas que monitoram o magma debaixo do Parque Nacional de Yellowstone e seus arredores dizem que imagens de satélite do parque mostram um “misterioso pedaço de pixels brilhantes” que acabou se tornando uma “zona de morte de árvores” recém-formada e uma área de vegetação morta que não estava lá antes.

Recentemente, descobrimos outro fenomenal exemplo de mudança térmica – o surgimento de uma área térmica totalmente nova, que ocorreu nos últimos 20 anos!

Se não há nada com o que se preocupar, por que o ponto de exclamação no final de um post no blog Caldera Chronicles, um artigo semanal escrito por cientistas do Observatório Geológico dos EUA que observam o Vulcão Yellowstone ? Por precaução, eles colocaram outro ponto de exclamação no final do título, “Descobrindo novas áreas térmicas na paisagem dinâmica de Yellowstone!”.

Isso não pode ser um bom sinal!!! A única coisa pior seria se eles nos dissessem para NÃO SE PREOCUPAR COM TODAS AS LETRAS MAIÚSCULAS!!!

A análise de uma imagem térmica infravermelha Landsat-8 adquirida em abril de 2017 revelou uma área quente inesperada entre o Lago West Tern e a área termal do Lago Tern anteriormente mapeada. Este pedaço misterioso de pixels brilhantes na imagem térmica infravermelha não corresponde a nenhuma área térmica anteriormente mapeada.

Misteriosa e crescente área quente em Yellowstone está matando a vegetação 1
Imagem: USGS

‘”Pedaço misterioso.” Nenhum ponto de exclamação, mas foi o suficiente para o USGS fazer algumas análises históricas sobre a remota área do Lago Tern e Lago West Tern. O que os cientistas descobriram, usando imagens do Programa Nacional de Imageamento Agrícola do Landsat-8 (NAIP), foi que não havia nenhuma anomalia neste local em fotos de 1994, e um pequeno pedaço de vegetação morta em imagens de 2006. Por outro lado, a imagem de 2017 mostrou:

A área de pixels brilhantes identificados na imagem infravermelha térmica do Landsat-8 corresponde a uma área emergente de solo quente e morte de árvores com cerca de 32.500 m2 (8 acres, ou 4 campos de futebol) na área.

Quatro campos de futebol! (Nosso ponto de exclamação desta vez.) Isso indica algo ainda mais misterioso … por que eles mediram essa zona de morte em campos de futebol, em vez da medida tradicional dos EUA em campos de futebol americano?

Para acalmar os preocupados observadores do supervulcão de Yellowstone, o artigo do blog aponta que uma ‘área termal’ é um conjunto de ‘características térmicas (como fumarolas, fontes termais ou gêiseres) cercadas por terrenos hidrotermicamente alterados, depósitos minerais hidrotermais, emissões de gás geotérmico, solo e/ou falta de vegetação. Embora existam mais de 10.000 recursos térmicos em Yellowstone, a maioria está em apenas 120 áreas termais distintas, como Upper Geyser Basin, Norris Geyser Basin e Tern Lake. Como a área é tão grande e as áreas térmicas geralmente estão em locais remotos, os satélites são necessários para monitorá-las. Em seu comentário no estilo “nada para se preocupar”, o USGS diz:

Este é exatamente o tipo de comportamento que esperamos da atividade hidrotérmica dinâmica de Yellowstone, e destaca que as mudanças estão sempre ocorrendo, às vezes em áreas remotas e geralmente inacessíveis do parque. Continuaremos a observar Yellowstone usando imagens de satélite e informaremos sobre quaisquer mudanças vistas nos futuros artigos do Caldera Chronicles.

“This is exactly the sort of behavior we expect from Yellowstone’s dynamic hydrothermal activity, and it highlights that changes are always taking place, sometimes in remote and generally inaccessible areas of the park. We will continue to keep an eye on Yellowstone using satellite imagery and report on any changes we see in future Caldera Chronicles articles.”

Misteriosa e crescente área quente em Yellowstone está matando a vegetação 2
Imagem: USGS

Teremos que esperar mais 11 anos para uma atualização na zona de morte de árvores no Lago West Tern? Aqui vem os últimos pontos de exclamação:

E se você estiver realmente interessado, pode conferir os dados do Landsat-8 e as imagens do NAIP no ar por você mesmo! Todas as imagens estão disponíveis gratuitamente em https://earthexplorer.usgs.gov. Diverta-se!’

Divirta-se? ‘Divirta-se!’ com ponto de exclamação é um parque de diversões, não um parque de supervulcões.

Preocupado? Preocupado!

(Fonte)


Depois de tudo que já foi falado a respeito do que uma erupção desse supervulcão poderia causar em nosso planeta, notícias sobre ele não irão cessar tão logo, mesmo com todos os geólogos assegurando que nada de mais está para acontecer. Afinal, como todos nós sabemos, eventos impactantes em nosso planeta nunca acontecem com data marcada, e sempre nos pegam de surpresa.

n3m3

Você pode ajudar na manutenção do OVNI Hoje. Clique aqui para saber mais.

O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

Termos recém pesquisados por leitores: