web analytics

Outra estrela varia seu brilho de forma intensa. Outra estrutura alienígena?

Tempo de leitura: 3 minutos

* Conteúdo da matéria com veracidade comprovada, de fontes originais fidedignas. (Em se tratando de tese ou opinião científica, só pode ser garantida a veracidade da declaração da pessoa envolvida, e não o fato por ela declarado.) (Missão do OVNI Hoje)

Outra estrela varia seu brilho de forma intensa. Outra estrutura alienígena?

Temos outro mistério cósmico em nossas mãos. Outra estrela foi pega no ato de atenuar seu brilho, e fazê-lo de uma maneira muito peculiar.

A luz da EPIC 204376071, uma estrela a apenas 440 anos-luz da Terra, diminuiu em até 80% durante um dia inteiro.

Isso é uma quantidade enorme de luz bloqueada! Mesmo a famosa estrela KIC 8462852, também conhecida como a estrela Tabby ou estrela Boyajian, a qual suspeitava-se ter uma estrutura alienígena ao seu redor, só diminuía em até 22 por cento.

Mas a EPIC 204376071 se torna ainda mais interessante. De repente, diminuiu seu brilho, atingindo um máximo de 80 por cento, e então recobrou seu brilho mais devagar enquanto seja lá o que bloqueava sua luz seguiu adiante.

Isso é tecnicamente conhecido como uma ocultação e foi assimétrico: a saída do bloqueia da luz foi duas vezes maior que sua entrada.

Os pesquisadores escreveram em seu artigo:

Neste artigo relatamos a descoberta de uma profunda depressão no fluxo (em 80%) da EPIC 204376071, que dura um dia inteiro. A curva de luz da EPIC 204376071 é silenciosa para um total de 160 dias de observação, durante as campanhas C2 e C15 do K2 [Kepler 2].

No entanto, ao contrário da estrela Tabby, a EPIC 204376071 pode ser muito mais fácil de entender. Na verdade, os pesquisadores já têm algumas ideias. Infelizmente, nenhuma delas é mega-estrutura alienígena, mas são muito interessantes de qualquer maneira.

Diminuição do brilho da estrela EPIC 204376071.

A EPIC 204376071 é uma anã vermelha, o que a torna bastante diferente do Sol, que usaremos aqui para comparar. Ela tem apenas cerca de 16% da massa do Sol, mas cerca de 63% do tamanho do Sol.

Ela é escura, apenas 3% do brilho do Sol, e tem uma temperatura efetiva de cerca de 3.000 Kelvin (o Sol é 5.777 Kelvin).

Então ela é pequena, é escura, tem uma massa baixa e tem uma temperatura baixa. Também é jovem para uma estrela, em torno de 10 milhões de anos. Tem um monte de atividade de ejeção, mas por outro lado é bem tranquila. Estas são todas características típicas de uma anã vermelha: nada, por assim dizer, escondido em sua manga.

Mas um encobrimento semelhante com um padrão de entrada e saída assimétrico foi visto antes, não em uma estrela, mas em um planeta candidato.

Em 2017, os astrônomos descobriram um sistema de anel inclinado para o padrão de ocultação orbitando um objeto chamado KIC 10403228.

Estrelas não possuem sistemas de anéis planetários; mas se outro corpo, como uma anã marrom ou um planeta grande, estivesse orbitando a estrela e tivesse um sistema de anéis, este corpo poderia produzir uma curva de luz similar.

As curvas de luz entre os dois objetos não correspondem perfeitamente, mas os pesquisadores modelaram a curva de luz que um grande planeta com um sistema de anel eclipsando a EPIC 204376071, e obtiveram uma correspondência quase exata com suas observações.

Mas como o evento só foi observado uma vez em 160 dias, o que está em órbita ao redor da estrela não pode ter um período orbital inferior a 80 dias. Portanto, há um pequeno dilema, embora a curva de luz modelada seja bastante convincente.

A outra explicação potencial que os pesquisadores apresentaram é uma camada de poeira que se move entre nós e a estrela, mais espessa na borda de ataque e depois diminuindo, em uma órbita quase permanente ao redor da estrela. Os pesquisadores pensaram que não era um cenário provável, mas definitivamente não totalmente impossível.

Então … é um planeta com anéis? Uma cortina de poeira? Algo mais, como os discos protoplanetários que são vistos frequentemente em torno de estrelas muito jovens?

Enquanto esperamos, temos o prazer de dar as boas-vindas à EPIC 204376071, à gloriosa família de estrelas estranhas.

(Fonte)


Conjecturas e mais conjecturas. Na verdade, a real razão nunca poderá ser dada de forma definitiva até que cheguemos próximos desses misteriosos corpos celestes para uma averiguação precisa.

Enquanto isto, sonhar que possa ser uma estrutura criada por alienígenas que esteja bloqueando o brilho de certas estrelas, embora fique mais para o lado romântico do que o científico, é um belo exercício mental.

n3m3

Você pode ajudar na manutenção do OVNI Hoje. Clique aqui para saber mais.

O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS: