web analytics

Marte já teve um vasto sistema de lagos subterrâneos

Tempo de leitura: 2 minutos

* Conteúdo da matéria com veracidade comprovada, de fontes originais fidedignas. (Em se tratando de tese ou opinião científica, só pode ser garantida a veracidade da declaração da pessoa envolvida, e não o fato por ela declarado.) (Missão do OVNI Hoje)

Marte já teve um vasto sistema de lagos subterrâneos
Figura meramente ilustrativa de um lago na superfície de Marte.

Evidências de um antigo sistema de águas subterrâneas interconectadas foram descobertas em Marte. O planeta vermelho pode ser um deserto árido hoje, mas em seu passado distante era muito mais parecido com nosso próprio planeta, com seus próprios rios, lagos, oceanos e – de acordo com novas descobertas baseadas em dados do orbitador da Mars Express – com um vasto sistema de águas subterrâneas subterrâneas em todo o planeta.

Francesco Salese, autor principal do estudo, disse:

Em seu começo, Marte era um mundo aquático, mas quando o clima do planeta mudou, esta água recuou abaixo da superfície para formar poças e “águas subterrâneas”.

Rastreamos esta água em nosso estudo, pois sua escala e função são questões de debate, e encontramos a primeira evidência geológica de um sistema de águas subterrâneas em Marte.

A evidência é baseada em uma análise de duas dúzias de crateras fechadas no hemisfério norte do planeta, as quais estão situadas a 4.000 metros abaixo do que se acredita ser o “nível do mar” de Marte.

As crateras mostram evidências de água que pode ter subido e recuado ao longo do tempo, com um nível de água que pode estar alinhado com as costas de um oceano marciano há 3-4 bilhões de anos.

O co-autor do estudo, Gian Gabriele Ori, disse:

Acreditamos que esse oceano pode ter se ligado a um sistema de lagos subterrâneos que se espalhou por todo o planeta. Esses lagos existiriam há cerca de 3,5 bilhões de anos, e podem ter sido contemporâneos de um oceano marciano.

Futuras missões robóticas para Marte devem ser capazes de dar uma olhada mais de perto nessas áreas.

Dmitri Titov, cientista do projeto Mars Express, disse:

Achados como este são extremamente importantes; eles nos ajudam a identificar as regiões de Marte que são as mais promissoras para encontrar sinais de vida passada.

(Fonte)


O mais engraçado neste tipo de notícia sobre Marte é que os cientistas das agências espaciais encontram as coisas mais mirabolantes e difíceis de serem encontradas à distância naquele planeta, mas são incapazes de aceitar que há vida microbiana em Marte, o que foi provado por um cientista da própria NASA, mas depois acobertado pela agência espacial.

n3m3

Você pode ajudar na manutenção do OVNI Hoje. Clique aqui para saber mais.

O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS: