web analytics

Programa de Inteligência Artificial pode ter sido desligado na China, porque combate bem demais a corrupção

Tempo de leitura: 3 minutos

* Conteúdo da matéria com veracidade comprovada, de fontes originais fidedignas. (Em se tratando de tese ou opinião científica, só pode ser garantida a veracidade da declaração da pessoa envolvida, e não o fato por ela declarado.) (Missão do OVNI Hoje)

Embora seja considerada por muitos como sendo perigosa para a raça humana se não for devidamente regulamentada, a Inteligência Artificial (IA) parece que já começa a causar transtornos, mesmo quando tenta fazer o bem:

Programa de Inteligência Artificial pode ter sido desligado na China

Os bons teóricos da conspiração sabem que estão chegando perto da verdade quando o governo tenta impedi-los de prosseguir. No entanto, o que significa quando o teórico da conspiração acaba por ser parte da própria conspiração? Esse parece ser o caso na China, onde o governo tem usado inteligência artificial para erradicar a corrupção, apenas para descobrir que muitas das pessoas corruptas que estão encontrando são empregadas pelo governo! Poderia ser por isso que o programa está sendo desativado antes de ser lançado em todo o país?

Parabéns aos denunciantes do South China Morning Post, que expuseram esse Catch-22 chinês publicando os resultados da investigação conduzida pela inteligência artificial e seu subsequente fechamento por funcionários do governo que temem o clima. A China tem cerca de 64 milhões de pessoas trabalhando em empregos públicos (número de 2016), o que significa que quase 5% de sua população faz parte da burocracia governante em algum nível.

Para gerenciar esse monstro, em partes dele estão implementando ferramentas tecnológicas. O Ministério das Relações Exteriores está usando o aprendizado de máquina para auxiliar na avaliação de risco e na tomada de decisões de grandes projetos de investimento no exterior. A província de Guizhou tem um sistema que rastreia o movimento de toda a força policial. E é sabido que a China é líder mundial na implementação de câmeras de vigilância onipresentes e um sistema nacional de reconhecimento facial, para uma ampla variedade de propósitos bons e questionáveis.

No entanto, alguns acham que isto foi longe demais quando apontaram as câmeras e a tecnologia IA em si, em 2012, para o sistema anti-corrupção Confiança Zero.

A Zero Confiança é uma joint venture da Academia Chinesa de Ciências e do Partido Comunista, e suas instituições de controle interno para monitorar e avaliar a vida pessoal de funcionários públicos, usando mais de 150 bancos de dados protegidos do governo e mapas de relacionamento social. A Confiança Zero procura indicadores, como grandes depósitos em contas bancárias incomuns ou grandes compras, contratos governamentais concedidos a amigos ou parentes e outros comportamentos que considere indicadores suspeitos de possível desfalque, abuso de poder, uso indevido de fundos do governo e nepotismo.

Quão bem está funcionando?

Apesar de estar restrito a apenas 30 municípios e cidades, o sistema de inteligência artificial já ajudou a capturar 8.721 funcionários.

“Despite being restricted to just 30 counties and cities, artificial intelligence system has already helped snare 8,721 officials.”

Isso representa apenas um por cento da população. Alguns dos crimes foram sérios o suficiente para garantir penas de prisão, mas o South China Morning Post descobriu que a maioria recebeu apenas avisos e foi autorizada a manter seus empregos sob a hipótese (fornecida por um cientista de computador não identificado) de que a exposição e monitoramento evitaria que eles “tomassem o rumo errado de não retorno”. Com esse tipo de maquinário eficiente de IA mantendo os trabalhadores no caminho reto e estreito, a gerência deveria se entusiasmar com a Confiança Zero, certo?

Ainda assim, segundo alguns pesquisadores, alguns governos – inclusive o condado de Mayang, cidade de Huaihua e o condado de Li em Hunan – desativaram a máquina, um dos quais disse que “talvez não se sintam confortáveis ​​com a nova tecnologia.

O Confiança Zero está muito próximo do topo? Algumas autoridades (todas sem nome por razões óbvias) estão se escondendo por trás da alegação de que não há leis que governem o acesso da IA aos bancos de dados confidenciais. Cientistas da computação projetando e implementando o contador do Confiança Zero comprovaram que o sistema foi provado na maior parte do tempo, e afirmam que nenhuma acusação é feita sem um ser humano revisando-a primeiro. Um humano? Estamos falando da supervisão de 64 milhões de funcionários do governo por … outros funcionários do governo? O que poderia dar errado … ou certo?

Outro pesquisador anônimo expôs o Catch-22 apontando que a ideia do Confiança Zero era “evitar o desencadeamento de resistência em grande escala entre burocratas”, especialmente os mais poderosos, ao uso de bots na governança. Em outras palavras, exatamente o que aconteceu.

O acordo entre o Big Brother e sua nova ferramenta, a Big IA, está se transformando em uma batalha, com a China como o primeiro campo de batalha. Qual deles vai ganhar? Qual deles merece ganhar? Deveria haver um vencedor? O que você acha que o seu governo faria?

Confiança Zero… deveria ser uma estrada de duas vias.

(Fonte)


Apesar do perigo que ela possa apresentar, em muitos setores a Inteligência Artificial tem ajudado enormemente a raça humana. Infelizmente, o caso da China é mais um exemplo de como nós humanos somos nossos próprios inimigos, permitindo que poucos escolhidos sempre tenham vantagem sobre as massas, independentemente do regime politico em que nos encontramos.

Mas talvez essa característica humana poderá encontrar seu fim se a IA assumir controle de tudo. 

Há até quem diga que ela está vindo de fora em nossa direção:

n3m3

Você pode ajudar na manutenção do OVNI Hoje. Clique aqui para saber mais.

O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

Termos recém pesquisados por leitores: