Milhares de cabeças de gado e frangos morrem na Argentina e Uruguai

Tempo de leitura: 2 minutos

Enquanto partes dos EUA estão congeladas, milhares de animais estão morrendo devido as temperaturas extremamente altas na Argentina e no Uruguai. Você consegue imaginar isso? Centenas de vacas que caíam mortas em pastos e frango asfixiavam em suas granjas como se seu sangue tivesse fervido e depois evaporado. Isso é totalmente anormal! Isso é completamente louco!

gado e frangos morrem na Argentina e Uruguai

O primeiro vídeo foi gravado em Trenque Lauquen, Argentina e mostra algumas das 700 cabeças de gado que morreram na fazenda ‘La Calendaria’ devido ao histórico de calor dos últimos dias:

O segundo vídeo foi gravado por um fazendeiro no Campo de América (Bs As), na Argentina, enquanto caminha pelas pastagens e descreve como seu gado morreu durante a onda de calor dos últimos dias:

Em 30 de janeiro de 2019, cerca de 100 animais morreram novamente devido ao estresse térmico no Mercado Liniers, em Buenos Aires, após os leilões de ‘carne’. Cerca de 70 supostamente morreram logo após os leilões da manhã e outros 30 nas carrocerias dos caminhões.

A onda de calor mortal atingiu toda a região de Buenos Aires com temperaturas que ultrapassaram os 45 °C.

No entanto, parece que esta onda de calor também atingiu o Uruguai, onde mais de 100.000 frangos já morreram devido às consequências do calor extremo. Segundo especialistas, o aumento da mortalidade dos frangos é normal no verão, mas esse pico foi quase sem precedentes

Frio extremo no hemisfério norte e calor extremo no sul … Um inverno / verão normal, ou há algo mais acontecendo?

(Fonte)


O OVNI Hoje está sempre de olhos nos acontecimentos impactantes do planeta que podem influenciar diretamente a raça humana. 

Há quem diga nosso planeta está sendo influenciado por forças externas em nosso sistema solar, ou ainda que tudo isso é resultado da ação do homem, seja pelo desmatamento, ou ainda por intermédio de tecnologias experimentais. Mas também há outros que dizem tudo faz parte do ciclo natural da Terra.

Em quem acreditar?

O tempo dirá.