Alienígenas dizem de forma intrigante: “Acreditem em nós, mas não muito”.

Tempo de leitura: 3 min.
Alienígenas dizem de forma intrigante: "Acreditem em nós, mas não muito".

Se o incidente de abdução por alienígenas de setembro de 1961 relatado por Barney e Betty Hill tivesse sido um evento único e singular, então poderia haver pelo menos alguma justificativa para sugerir que todo aquele evento nasceu de algum evento psicológico estranho e compartilhado. O importante, porém, é que não foi um evento singular. Muito pelo contrário, de fato. Foi apenas o começo do que acabou se tornando um verdadeiro dilúvio de relatos que continua até hoje.

Tomemos, por exemplo, o estranho e instigante caso de um homem chamado Herbert Schirmer. Foi na madrugada de 3 de dezembro de 1967, quando Schirmer – que na época era policial em Ashland, Nebraska – estava dirigindo pela cidade, verificando se tudo estava normal. Acontece, no entanto, que as coisas não estavam normais; elas estavam longe de serem normais. Enquanto percorria as ruas calmas e desertas, Schirmer foi subitamente confrontado com o que, à primeira vista, pensou ser um caminhão quebrado na beira de uma estrada em particular. Quando seus faróis atingiram o objeto com força total, ficou claro para Schirmer que aquilo não era um caminhão. Era muito mais estranho, talvez até um veículo de outro mundo.

Herber Schirmer

Aquilo que Schirmer estava sendo confrontado era uma nave bastante compacta, em forma de ovo, flutuando a cerca de 2,5 a 3 metros acima da superfície da estrada. Um espantado Schirmer só podia olhar enquanto o OVNI – realmente não havia outro jeito de Schirmer descrevê-lo – subiu mais para o céu. Piscando, luzes vermelhas podiam ser vistas e um som lamuriante enchia os ouvidos de Schirmer. O OVNI, em seguida, saiu da área, tomando um curso diretamente acima do veículo de Schirmer.

Schirmer ficou ali, espantado por alguns instantes, e depois voltou rapidamente para a delegacia. Ele até registrou os detalhes do caso no diário de bordo:

Vi um disco voador na junção das rodovias 6 e 63. Acredite ou não!

Assim como Betty e Barney Hill em 1961, Schirmer – cujo evento ocorreu seis anos depois – logo percebeu que certas partes daquela noite extremamente estranha haviam desaparecido de sua mente e de sua memória – especificamente, uma hora ou mais de tempo. Também paralelamente à experiência dos Hills, Schirmer optou por se submeter à hipnose para tentar descobrir o que havia acontecido naquela noite escura. As sessões hipnóticas foram realizadas pelo Dr. Leo Sprinkle, de Boulder, Colorado. Enquanto sob hipnose, Schirmer forneceu um relato incrível do que aconteceu durante esse período de tempo ausente.

A hipnose revelou que, enquanto ele se sentava em seu carro da polícia, e enquanto olhava com admiração para a nave flutuante diretamente à sua frente, Schirmer foi confrontado por três seres humanoides. Todos eles usavam roupas justas e de uma peça só. Eles saíram da nave e caminharam em direção a Schirmer. Todos tinham cerca de 1,3 a 1,5 metro de altura. Aproximando-se da janela do lado do motorista, um – que Schirmer percebeu ser o ‘líder’ do grupo de alienígenas – inclinou-se, de um modo ligeiramente ameaçador, e perguntou: “Você é o vigia deste lugar?”. Schirmer respondeu que sim, era.

Enquanto os alienígenas permaneciam ao redor de seu carro-patrulha, Schirmer não conseguiu deixar de notar que seus uniformes exibiam a imagem de uma serpente alada. Schirmer teria sido então levado a bordo da nave, e dado o que poderíamos chamar de ‘uma turnê’.

Em palavras um tanto intrigantes e enigmáticas, o alienígena que parecia estar no comando disse a Schirmer:

Queremos que você acredite em nós, mas não muito.

Depois disso, Schirmer foi devolvido ao seu veículo, com a mente apagada dos eventos – até que, definitivamente, os sonhos ruins finalmente o forçaram a se submeter à hipnose, e a saga surpreendente veio à tona de maneira espetacular.

Deve-se ressaltar que o incidente de Schirmer pareceu ocupar dois campos: o do abduzido e o do contatado. Por exemplo, havia a questão do tempo ausente, que certamente é uma parte essencial de quase todos os incidentes de abdução por alienígenas registrados.

Mas, as entidades que Schirmer viu definitivamente não eram os Grays comuns nos casos de abdução. Deixando suas estaturas baixas de lado, eles não eram muito diferentes para nós. E dificilmente podemos dizer que Schirmer foi abduzido. Ele foi, afinal de contas, convidado a bordo do OVNI para aquela turnê bastante rápida.

Embora o caso Schirmer não seja único, ele certamente continua sendo uma parte definitiva da coletânea alienígena.

(Fonte)


Se verdadeiro o caso de Schirmer, a mensagem deixada pelo alienígena é algo enigmático o suficiente para fazer com que alguém que estuda o fenômeno dos OVNIs perca o sono.

Para o propósito de discussão, vamos concordar que o caso é mesmo verdadeiro. E se for assim, o que poderia o alienígena estar tentando dizer a esse contatado?

n3m3

-------

BOMBANDO NO planetaabsurdo.com.br:

"FILHOTE DE UNICÓRNIO" ABANDONADO TEM RABO NA CABEÇA E É COMPLETAMENTE MÁGICO

-------

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.