web analytics

O potencial lado negro dos OVNIs e da questão alienígena

Tempo de leitura: 6 minutos

O artigo abaixo trata da questão que vem sendo muito debatida na ovnilogia/ufologia nos últimos anos, relacionada à natureza dos possíveis seres que pilotam essas naves que desafiam nossa tecnologia.

O artigo também entra em questões que podem ofender as crenças de algumas pessoas. Por isso, deixo claro que o OVNI Hoje não endossa necessariamente o artigo totalmente ou parcialmente como sendo fato. Sua apresentação aqui é para mero registro do que está se falando no mundo da ovnilogia/ufologia a respeito dessas questões.

Veja: 

lado negro dos OVNIs e da questão alienígena

Não há dúvida de que o estudo de OVNIs e fenômenos estranhos é um negócio sério, com muitos pesquisadores coletivamente, embora vagamente e não em qualquer capacidade oficial, movendo ideias através de suas próprias pesquisas, afirmações e teorias – às vezes em um campo completamente diferente de interesse. Há, no entanto, um lado negro aparente para a questão alienígena e os OVNIs. Um que sugere experiências e projetos obscuros de hibridação, experimentação humana e um programa geral de controle sobre todos os aspectos significativos de nossas vidas.

 De fato, embora todos eles são conspirações, alegações e teorias especulativas, se existe alguma verdade em tais alegações, não apenas faz com que a questão sobre os OVNIs e alienígenas seja uma que possa nos fornecer uma resposta desconfortável, mas uma que, procurando por tal resposta mais cedo ao invés de mais tarde, pode fazer a diferença em qual caminho a humanidade finalmente seguirá. Por exemplo, poderíamos nos livrar da abordagem dogmática da Igreja apenas para descobrirmos, se não formos cuidadosos, um caminho semelhante sob outro disfarce? E da mesma forma, a “Questão OVNI e Alienígena” pode ser aquela que a humanidade tem se perguntado repetidamente desde os primórdios dos tempos, apenas de várias maneiras diferentes. 

Para parafrasear o Dr. David Jacobs, tais afirmações serão incluídas nas notas de rodapé da história como crenças antigas e estranhas, ou podem ser algumas das perguntas mais importantes que nós, como parte do coletivo, poderíamos fazer. 

Demônios, inferno e alienígenas!

Examinamos anteriormente a noção de Inferno e suas descrições possivelmente como sendo um planeta físico em oposição a um reino escuro e místico. Embora o relato que examinamos é para ser olhado com desconfiança, há outras reivindicações de um entrelaçamento similar de conceitos religiosos como o Inferno com a questão dos OVNIs. De fato, particularmente entre alguns dos novos movimentos cristãos nos Estados Unidos, há uma afirmação de que os alienígenas são literalmente ‘demônios’, enviados para a Terra para confundir e enganar os humanos, e também o ‘trabalho de Satanás’.

Embora as teorias com tons religiosos tão pesadas ​​e dogmáticos sejam evitadas pela maioria (e é fácil entender porque), há certamente um elo interessante entre a aparição de demônios e anjos, percepções do Inferno e lugares de “eterna condenação”, e encontros com alienígenas e OVNIs e outros fenômenos estranhos. Embora talvez não tão direto quanto alguns possam pensar. E mesmo casos de possessão demoníaca aparente poderiam, de fato, ter uma conexão com extraterrestres que são “baseados em energia” e assim precisam de um hospedeiro ou um corpo físico para interagir em nosso reino de existência – a terceira dimensão. De fato, tal noção forma a base da conspiração reptiliana de David Icke, na medida em que essas entidades existem na “quarta dimensão inferior”, um reino invisível para nós ou “fora de nossa frequência” de visão, e que requer uma forma física para existir no nosso.

Talvez valha a pena examinar o relato de William C. Lamb, que entraria em correspondência com o pesquisador e autor de OVNIs, Timothy Green Beckley.

Beckley foi uma das vozes mais barulhentas e conhecidas em desenhar uma ligação entre escritos religiosos e contos de demônios e Inferno com OVNIs e encontros com alienígenas de tempos (relativos) modernos.

Encontro de William C. Lamb com “Belzebu!” 

O que foi interessante, e talvez o que finalmente chamou a atenção de Beckley para alguém que ele havia descrito até aquele momento como provavelmente “um pouco mais maluco”, eram suas afirmações de conhecer “Belzebu” e “conhecer a verdade sobre Deus”. Não através de qualquer experiência religiosa ou intervenção divina, no entanto. Em vez disso, ele afirmou que esta reunião e informação foi a consequência de um encontro com OVNIs. Beckley falou sobre o encontro em um artigo para o Conspiracy Journal intitulado ‘UFOs In The Lake Of Fire‘ (OVNIs no Lago de Fogo). 

De acordo com o relato, em fevereiro de 1922, Lamb retornava da caça “em uma tempestade de neve por volta das 4 ou 5 da manhã”. Quando ele atravessou a nevasca, um estranho zumbido atingiu seus ouvidos. Quando olhou em volta e examinou seus arredores, ele pôde ver uma “grande nave esférica pairando sobre um campo próximo”. A esfera brilhou tão intensamente que “bloqueou as estrelas”. Ele também se sentiria estranhamente ‘hipnotizado’ pela nave bizarra. Ele continuou observando e depois de vários momentos, uma porta de entrada se abriu no lado da esfera. Dentro, uma “criatura gigantesca com asas” estava de pé. Em poucos segundos, ela deixou a nave brilhante e desceu em direção ao chão coberto de neve. 

Ao fazê-lo, Lamb tentou se esconder atrás de uma árvore próxima. Ele se lembraria de como essa ameaçadora criatura alada tinha em torno de sete ou oito pés (2,3 a 2,4 metros) de altura. Além disso, “parecia demoníaca em suas características faciais e forma física”. Ainda mais estranho, enquanto a criatura andava “seus cascos” derreteriam a neve abaixo, deixando uma impressão muito clara. De acordo com Lamb, ele permaneceu onde estava e viu a criatura sobrenatural atravessar uma cerca de arame “queimando através da malha e deixando-a vermelha”.

A reconhecida “Natureza Oculta” dos encontros com OVNIs? 

A maioria concorda com a avaliação inicial de Beckley a respeito de William Lamb. O próprio Beckley, no entanto, viu o caso “preservado nos arquivos do Projeto Blue Book da Força Aérea dos EUA”. E, além disso, sua própria pesquisa sugeriu uma crença dentro das forças armadas dos EUA sobre a “natureza ocultista” dos avistamentos de OVNIs. 

Também examinamos antes as teorias e afirmações do pesquisador e autor de OVNIs, Nick Redfern. Ele afirma que certos elementos do governo dos EUA procuravam aprender e depois explorar para seus próprios fins as capacidades e poderes mentais de “entidades não humanas”. Essas entidades não-humanas, que a maioria de nós chamaria de “Os Grays”, foram descobertas como “altamente enganadoras”. Por fim, o projeto concluiria que essas entidades eram “literalmente demônios do inferno”.

Há algum grau de verdade para esses tipos de alegações? Estamos literalmente percebendo “demônios” e “Inferno” no sentido “tradicional” e religiosamente dogmático? Ou, devemos talvez ver demônios e esta raça em particular de alienígenas como sendo de fato a mesma coisa, uma entidade malévola que pode até estar por detrás da distorção de tais lendas e escritas antigas, para criar tais religiões e assim poder “controlar as massas”? De fato, com isso em mente, podemos até perguntar se “Deus” e “O Diabo” também são um e o mesmo? Um mecanismo de controle sem rosto em cada lado do espectro da natureza humana. Talvez um apoiado pelo avistamento ocasional dessas entidades em sua verdadeira forma.

Talvez também seja importante lembrar-nos de tais escritos antigos e comandos dos deuses. Quem disse aos humanos em seu círculo íntimo – os sacerdotes e eventuais reis que receberam o “direito divino de governar” – que eles, nem o povo, deveriam retratá-los, ou mesmo considerá-los em sua verdadeira forma. 

Conexões com as antigas linhagens “reais”? 

Este comando básico está dentro de vários textos antigos diferentes. E com a noção em mente de uma “entidade externa” escura e controladora puxando as cordas da humanidade, seja chegando de outro planeta, outro reino, ou em algum lugar nas profundezas da Terra, talvez devêssemos pensar novamente, ainda que extravagantemente, que tais lendas e mitos de antigos deuses, os quais andavam e viviam entre os seres humanos, poderiam ter mais verdade obscura do que pensamos. 

Vamos supor, mesmo que por um momento, que essas afirmações sejam precisas. O que, então, fez com que essa elite alienígena governante se retirasse e governasse das sombras? Em vez de “andar e viver entre a humanidade”, eles instalaram Sacerdotes-Reis e Linhagens Reais para governá-la. Isso fazia parte de um programa de hibridização? Seriam essas linhagens reais iniciais da antiga Suméria e do antigo Egito, por exemplo, cuja linhagem pode ser traçada para as famílias reais da Europa e da Grã-Bretanha, e de lá até uma grande parte dos presidentes dos Estados Unidos, a primeira delas híbridos humano-alienígenas completos? 

Ou será que essas famílias reais simplesmente ficaram em servidão a um poder superior, ele mesmo residindo em outro lugar? Um poder, para controlar as massas, para que também os adorassem obedientemente, eles chamariam de deus? Em caso afirmativo, onde residem e por que esse poder superior – os deuses – subitamente se retiram para as sombras? Como uma reflexão tardia, isso também poderia explicar os reinados extraordinariamente longos, às vezes muitos milhares de anos – antes do dilúvio? E então os reinados humanos mais normais daqueles que vieram depois? 

Com isso em mente, então, o que devemos fazer a respeito das afirmações das bases alienígenas-humanas no subterrâneo, em vários locais ao redor do planeta?

Um mundo misterioso com um passado coletivo ainda mais misterioso!

Se estamos fazendo comparações com o Inferno, o que acontece com o fato dessas instalações estarem muito abaixo do solo? Embora, sem dúvida, não seja provável que seja cercado por chamas eternas e lagos de fogo, certamente é um caminho para encontrar as percepções do Inferno, de viajar profundamente, para dentro das entranhas da Terra, por exemplo. Caso isso aconteça com uma pessoa hoje, sua mente do século XXI pode ser capaz de fazer algum sentido para a situação, de que isso era algum tipo de ‘instalação’.

Porém, e se essas “bases” existissem há milhares de anos? O que uma pessoa, muitos milhares de anos antes de Cristo até os tempos da Inquisição, pensaria de tal local? Eles provavelmente não teriam outra comparação para oferecer além de acharem que se trata de uma visita às profundezas do Inferno.

É possível, então, que abduções alienígenas tenham, de fato, ocorrido desde a antiguidade, e são em parte responsáveis ​​pela eventual percepção humana do Inferno.

Voltando às teorias dos Sacerdotes-Reis dos primeiros tempos, talvez essas percepções tenham sido intencionalmente fomentadas.

Então, hoje, nos tempos modernos, estaríamos corretos em presumir que esses demônios foram revelados como alienígenas? Ou os “alienígenas” podem simplesmente ser uma percepção moderna dessas entidades, os quais aparentemente se entrelaçaram tão intimamente com a humanidade desde o início dos tempos? Esta certamente é uma questão que vale a pena perguntar… Lembra-se, as instruções dos deuses dos tempos antigos, de que ninguém deve olhar ou descrever sua verdadeira forma?

Um conflito cósmico ‘nos bastidores’ da história?

Se estamos falando de uma raça de alienígenas que controlam a humanidade das sombras desde a antiguidade, parece que duas raças aparecem nesta discussão. Estas seriam os “Grays” e os “Reptilianos“. Isso talvez nos leve a perguntar: será que essas duas diferentes raças alienígenas, frequentemente descritas em uma infinidade de relatos, na verdade são as mesmas?

E quanto aos outros encontros alienígenas aparentes, os humanoides, por exemplo? Quem poderiam ser, se presumirmos por um momento a autenticidade de tais alegações? E qual é a agenda deles? De um modo geral, esses encontros com esses humanoides pálidos e brilhantes são pacíficos e não envolvem exames e procedimentos invasivos e agressivos. Curiosamente, esses humanoides frequentemente emitiam alertas telepáticos de um futuro terrível para a humanidade, se continuássemos em nosso “caminho atual”.

Talvez seja interessante também o fato de que muitos desses avistamentos de humanoides tenham ocorrido nos anos 50 e início dos anos 1960. E embora ainda existam relatos esporádicos hoje em dia, pareceria que se esses humanoides fossem uma raça alienígena real e genuína, sua presença hoje é muito discreta ou muito esporádica.

Por mais especulativo que seja, deveríamos considerar declarações de pessoas como Laura Eisenhower, sobre ‘guerras secretas’ ocorrendo ‘nos bastidores’? Será que esses humanoides, aparentemente em desacordo com a agenda dos Grays, foram vítimas dessa guerra secreta? Lembre-se, o Presidente Eisenhower é acusado de ter se encontrado com alienígenas da Gray em 1954. A lenda diz que ele também se encontrou com um grupo de alienígenas humanoides na mesma época.

(Fonte)

Obviamente, tudo que foi apresentado no artigo acima é mera especulação.

Embora haja pessoas, inclusive dentro do próprio governo dos EUA, que afirmem que todos os extraterrestres – sem exceção – sejam demônios, estas são influenciados por suas crenças religiosas radicais e pode-se dizer que estão muito longe da verdade. 

Pense: num Universo com trilhões de galáxias, cada uma delas com bilhões de estrelas e seus planetas, é só na Terra que tem gente “boa” mistura com gente “ruim”, e o resto do Universo é todo malvado?

Não faz sentido algum este tipo de pensamento.

n3m3

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado superior direito de cada comentário.

Obrigado.