web analytics

Surge vídeo na Internet possivelmente mostrando os OVNIs avistados na Irlanda

Tempo de leitura: 2 minutos

Esta semana, foi publicado aqui no OH um artigo a respeito do avistamento de OVNIs por pilotos comerciais, que ocorreu na Irlanda na sexta-feira passada, dia 9 de novembro. 

Como também pôde ser visto em outro artigo referente a este mesmo avistamento, que foi publicado aqui, a ideia de alguns ‘auto-proclamados’ especialistas de que se tratava de “meteoritos” (que na verdade deveriam classifica-los como meteoros – a explicação disso está naquele artigo), é infundada, pois, segundo a pilota da British Airlines, um dos objetos “rapidamente desviou para o norte a uma velocidade muito alta”.  Meteoros não desviam de suas trajetórias.

Além disso, ‘vasculhando’ pelo áudio entre os pilotos e a torre de controle, notei que outro piloto, desta vez da empresa Virgin, disse que os objetos “pareceram virar para a direita e então subiram para longe em velocidade, pelo menos de nossa perspectiva”. (Esta conversa pode ser ouvida na marca de 1:11). Novamente, aqui está uma indicação forte de que não se tratava de meteoros.

Seguramente, considerando-se os testemunhos de ambos pilotos de diferentes empresas aérea, cujas aeronaves estavam em pontos distintos no céu, pode-se descartar a possibilidade de que os objetos tenham sido meteoros.

Agora, surge um vídeo na Internet (que pode ser visto abaixo), o qual poderia estar mostrando os agora famosos OVNIs irlandeses. No vídeo pode-se ver dois OVNIs aumentando e diminuindo a intensidade de suas luzes, enquanto voam ao longo do horizonte.

Veja:

Como sempre no caso de avistamentos de OVNIs, é quase certo que as investigações sobre este caso não trarão nada de concreto para justificá-lo, além de insistirem que se tratavam de meteoros, embora também existam relatos de que os militares britânicos estavam testando drones naquela data, mas não necessariamente na mesma região. Porém, pelo que se vê no vídeo acima, o comportamento dos objetos também não parece ser de drones, a menos que estejam agora utilizando alguma tecnologia exótica não revelada aos civis.

n3m3