Misterioso sinal de rádio é captado bem mais próximo da Terra do que os anteriores

Tempo de leitura: 2 min.

Estranhas ondas de rádio, detectadas recentemente no espaço, foram agora traçadas até sua galáxia de origem – e parecem originar-se relativamente próximas.

As rajadas rápidas de rádio (de sigla em inglês FRBs) são explosões de ondas de rádio que duram apenas alguns milissegundos, mas podem conter tanta energia quanto o nosso Sol despende em décadas. Mais de 50 foram captadas vindas do espaço desde que foram descobertos em 2007, mas ainda não sabemos o que as causa.

As explosões mais detectadas estão a bilhões de anos-luz de distância, o que dificulta o estudo. Mas Ryan Shannon, da Swinburne University of Technology, na Austrália, e seus colegas encontraram recentemente uma chamada FRB 171020, que ocorreu de forma incomum, perto da Terra.

A FRB 171020 foi descoberta pelo telescópio australiano Square Kilometer Array Pathfinder na Austrália Ocidental. Os pesquisadores puderam dizer, a partir de suas características de ondas de rádio, que ela originou “apenas” aproximadamente 100 milhões de anos-luz de distância.

Elizabeth Mahony, do Instituto Nacional de Ciências da Austrália, CSIRO, e seus colegas já determinaram que provavelmente veio de uma galáxia chamada ESO 601-G036, localizada a 120 milhões de anos-luz da Terra. Aquela galáxia tem um tamanho, taxa de formação de estrelas e abundância de oxigênio similares para a única outra galáxia em que uma FRB foi confiantemente identificada, localizada a 2,4 bilhões de anos-luz de distância, na constelação de Auriga.

No entanto, a ESO 601-G036 não emite o mesmo fluxo contínuo de emissões de rádio de baixo nível que a galáxia Auriga. Isso contradiz as sugestões anteriores de que as FRBs só podem se formar em galáxias com essas emissões de fundo.

A equipe de Mahony agora está concentrando seus telescópios na ESO 601-G036 para confirmar que ela realmente pode produzir FRBs. Se eles localizarem outro sinal, poderão ser capazes de identificar exatamente de que parte da galáxia vem o sinal. “Então poderemos realmente ser capazes de resolver o mistério do que causa essas rajadas rápidas de rádio”, diz ela.

Algumas pessoas acreditam que as explosões sejam mensagens de alienígenas, mas Mahony diz que elas são mais propensas a serem produtos de eventos astrofísicos, como a formação de novas estrelas de nêutrons.

(Fonte)


Obviamente, e como sempre deve ser feito, primeiramente os cientistas tentarão encontrar uma causa natural para essas estranhas rajadas de rádio. Contudo, é bem possível que enquanto alguns cientistas estejam procurando por sinais de rádio de civilizações alienígenas vindos de outros locais, estes sinais já estejam passando bem debaixo dos nossos narizes e ignorados como sendo eventos naturais.

n3m3

-------

BOMBANDO NO planetaabsurdo.com.br:

PRESENTE PARA BEBÊ COMPRADO EM LOJA DA FLÓRIDA CONTINHA UM RIFLE CARREGADO

-------

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.