Como é viver em Marte? Este português experimentou durante um mês

Tempo de leitura: < 1 min.

O artigo abaixo, de Joana Carvalho Reis, foi publicado no site tsf.pt:

Como é viver em Marte
Foto: Facebook/João Lousada

João Lousada integrou a missão que simulava uma viagem ao planeta vermelho no deserto de Dhofar, em Omán.

É um sonho antigo, que começou a ser desenhado pela primeira vez em 1947, pelo engenheiro aeroespacial alemão Werner von Braun. Mais de 70 anos depois, estamos mais próximos de concretizar o sonho de pisar Marte e até de viver lá. Mas quão mais próximos?

Durante um mês, João Lousada viveu como se estivesse em Marte. Foi um dos seis astronautas que integrou a missão Amadee -18, no deserto de Dhofar, em Omán. A missão simulava uma viagem ao planeta vermelho, uma espécie de teste para uma missão real.

O engenheiro aeroespacial português acredita que será possível viver em Marte, mas ainda vai demorar. Já quanto às primeiras missões ao planeta vermelho, João Lousada acredita que devem acontecer nos próximos 20 a 30 anos. “Vai ser uma conquista muito especial”, defende.

(Fonte)

Colaboração: Lênio


n3m3

-------

BOMBANDO NO planetaabsurdo.com.br:

MULHER VOLTA À VIDA DEPOIS DE ESTAR MORTA POR 6 HORAS

-------

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.