web analytics

NASA quer impedir que o supervulcão Yellowstone aniquile a humanidade

Tempo de leitura: 2 minutos

NASA quer impedir que o supervulcão Yellowstone aniquile a humanidade

A NASA quer bombear enormes quantidades de água no supervulcão de Yellowstone para resfriá-lo. Mas isso também poderia desencadear uma enorme catástrofe, que mergulharia o mundo inteiro no caos.

NASA quer perfurar 10km para dentro do supervulcão

À primeira vista, o plano da NASA não parece tão ruim: grandes quantidades de água devem ser bombeadas para dentro do supervulcão de Yellowstone para resfriá-lo e atrasar uma possível erupção na medida do possível. Ao mesmo tempo, a eletricidade poderia ser gerada a partir do vapor d’água resultante. No entanto, há uma grande dificuldade: sob certas circunstâncias, essa medida pode até mesmo fazer com que o supervulcão entre em erupção prematura e mergulhe o hemisfério norte em um inverno nuclear.

Yellowstone poderia se tornar uma instalação geotérmica

Brian Wilcox, do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, disse à BBC que a agência espacial dos EUA planejava ‘perfurar até 10 km no supervulcão e bombear água a alta pressão’, que removeria lentamente o calor. Ele destacou que, embora o custo deste projeto seja estimado em US $ 3,46 bilhões, também poderia ser uma oportunidade de investimento interessante, já que o vulcão, que atualmente emite cerca de 6 gigawatts de calor, pode ser convertido em uma enorme usina geotérmica. Ele poderia fornecer eletricidade a preços extremamente competitivos de cerca de 0,10 dólares por kWh.

Brian Wilcox disse:

Você teria que dar incentivos às empresas geotérmicas para perfurar um pouco mais e usar a água mais quente do que normalmente usaria, mas você pagaria seu investimento inicial e obteria eletricidade que pode alimentar a área circundante por um período potencialmente de dezenas de milhares de anos. E o benefício a longo prazo é que você evite uma futura erupção do supervulcão que devastaria a humanidade.

 Projeto da NASA pode causar inverno vulcânico

No entanto, o cientista adverte que mesmo um pequeno erro poderia levar à erupção do supervulcão – em outras palavras, que o que os geólogos estão tentando evitar aconteceria.

A BBC ressalta que uma erupção supervulcanica poderia desencadear um ‘inverno vulcânico prolongado’, com a resultante quebra de safra que coloca a humanidade à beira da fome, já que ‘as reservas mundiais de alimentos durarão 74 dias’.

A NASA está literalmente brincando com fogo. Só que, então, não apenas o noroeste da América do Norte é afetado por ela, mas, em particular, todo o hemisfério norte e, em consequência, até o mundo inteiro.

(Fonte)

Colaboração: Lênio


Anteriormente a NASA já admitiu que o supervulcão Yellowstone apresenta um grande perigo para a humanidade. Mas será que a agência espacial esqueceu o que acontece quando você perfura um balão cheio de ar?

Espero estar errado e que o plano dela dê certo… isto é, se realmente for implementado.

NASA admite que o super-vulcão Yellowstone é mais perigoso que impactos de asteroides

n3m3