web analytics

NASA informa sobre aproximação de grande asteroide. Mas não há nada a temer

Tempo de leitura: 1 minuto

Para aqueles fãs de astronomia, aqui está um artigo publicado no site br.sputnik.com:

NASA informa sobre aproximação de grande asteroide

A agência espacial estadunidense NASA informou (29/9) sobre a aproximação do asteroide SP1, com um comprimento entre 70 e 160 metros, do nosso planeta.

O asteroide foi detectado pela primeira vez em 19 de setembro, tendo sido incluído em uma lista de asteroides com trajetórias próximas da Terra.

Segundo frisa a edição Daily Express, o tamanho do asteroide pode superar a altura do Big Ben ou da roda-gigante localizada em Londres.

Estima-se que a velocidade do SP1 é cerca de 60 km por hora, enquanto sua maior aproximação à Terra acontecerá em 3 de outubro. Porém, o asteroide passará a 5,87 milhões de quilômetros do nosso planeta, ou seja, algo 15 vezes mais que a distância entre a Terra e a Lua.

Embora essa distância possa parecer grande demais, a eventual colisão de tal corpo celeste com a Terra teria consequências catastróficas, adianta a edição.

Ao mesmo tempo, em seu comentário para a Sputnik, o chefe do Instituto da Astronomia da Academia de Ciências da Rússia, Boris Shustov, disse que o asteroide não representa qualquer ameaça para a humanidade. De acordo com ele, a aproximação de tal corpo celeste é um “evento regular”.

“Nem dá para vê-lo através de dispositivos amadores”, observou o cientista.

Ele adicionou que tais corpos celestes passam perto da Terra de vez em quando, enquanto as respectivas notícias sobre esses casos servem apenas para entreter as pessoas.

Mais cedo, a própria NASA assegurou que nos próximos anos a possibilidade de algum asteroide conhecido embater contra a Terra é quase nula.

(Fonte)

Colaboração: Jyxrix Martins


n3m3