Parte do Parque Yellowstone é fechado devido atividade térmica

Tempo de leitura: 2 min.

O OH está mantendo um olho aberto quando as atividades do supervulcão do Parque Yellowstone, porque, de acordo com a NASA, ele é mais perigoso que um impacto de asteroides.

Veja:

Parte do Parque Yellowstone é fechado devido atividade térmica

As últimas notícias do Parque Nacional de Yellowstone são um pouco assustadoras, mas os especialistas continuam nos lembrando de que não temos nada a temer. A atividade térmica no parque tem aumentado ultimamente, e os gêiseres estão cuspindo pedras.

Autoridades foram forçadas a fechar certas áreas do parque depois que jatos quentes de água irromperam do solo vários metros acima no ar. Isso provocou temores de que novos gêiseres estejam se formando sobre a caldeira. Novas aberturas foram vistas jorrando água e vapor através da área da bacia em Geyser Hill, desde que a Ear Spring entrou em erupção no sábado, atirando água até 9 metros no ar. Dizia-se que a nova atividade estaria colocando em risco os visitantes, pois ‘detritos e rochas voaram para o céu’, segundo o The Express UK.

A última erupção conhecida nessa escala ocorreu em 1957, embora várias pequenas erupções tenham sido observadas em 2004. Ear Spring é uma das piscinas mais quentes do Parque Nacional de Yellowstone e contém água acima do ponto de ebulição.

Autoridades atribuíram o aumento da atividade geotérmica à erupção de sábado, após várias novas fraturas superficiais e salpicos de água terem sido vistas na Upper Geyser Basin, no Parque Nacional de Yellowstone. Na terça-feira, bicas de água foram disparadas do solo a oeste do Pump Geyser e ao norte do Sponge Geyser, ejetando também grandes quantidades de vapor quente. A nova característica, que tem 2,4 metros de diâmetro, continua a mostrar sinais crescentes de atividade geotérmica depois que os geólogos observaram o solo subindo e descendo em 15 centímetros a cada 10 minutos.

Além disso, os geólogos também observaram novos gêiseres formando e alguns fervendo na fonte termal Doublet Pool e no gêiser North Goggles, localizada na Upper Geyser Basin. As autoridades alertaram os visitantes para terem cuidado com as novas erupções e fecharam várias partes da bacia, enquanto continuam estudando a rara mudança na atividade da área.

A atividade na Upper Geyser Basin não terá nenhum impacto em nenhum dos outros gêiseres, como o mundialmente famoso Old Faithful. E os geólogos ainda dizem que seu tipo de atividade é completamente normal e que o Yellowstone não vai entrar em erupção tão cedo.

Observatório do Vulcão Yellowstone informou:

As mudanças nos sistemas hidrotermais ocorrem apenas nas centenas de metros superiores da crosta terrestre e não estão diretamente relacionadas ao movimento do magma com vários quilômetros de profundidade. Não há sinais de atividade vulcânica iminente.

Não houve aumento significativo de sismicidade nem variações de escala ampla no movimento de solo.

(Fonte)


Óbvio que os cientistas sempre vão acalmar os ânimos de todos, dizendo que trata-se de uma ocorrência normal. 

Mas não custa ficarmos de olho, pois é quando baixamos a guarda que as maiores catástrofes acontecem.

n3m3

-------

BOMBANDO NO planetaabsurdo.com.br:

MULHER VOLTA À VIDA DEPOIS DE ESTAR MORTA POR 6 HORAS

-------

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.