web analytics
Tempo de leitura: 2 min.

Chupa-aves? Sessenta aves domésticas foram mortas misteriosamente em Curitiba

Tempo de leitura: 2 min.

Todos conhecem o fenômeno do chupacabras, que tem ocorrido por todas as Américas já há anos. Mas e que tal um chupa-aves?

De acordo com a reportagem abaixo, publicada no site bandab.com.br, esta pode ser uma possibilidade.

Veja:

Foto: Colaboração/Márcia Batista da Silva

Pelo menos 60 aves, entre galinhas, patos, perus e gansos, foram encontradas mortas em um galinheiro no Bairro Alto, em Curitiba. As mortes em série ocorreram na noite de terça-feira (27), mas o caso cheio de mistério se espalhou agora nas redes sociais. A dona do galinheiro e vizinhos não sabem o que pode ter ocorrido. Em dois detalhes impressionam: a maioria das aves teve o coração arrancado e praticamente não havia sangue no terreno.

O fato aconteceu no quintal de uma casa na Rua Marques de Abrantes, no Bairro Alto. Mas foi só na manhã do dia seguinte que a dona do galinheiro se deparou com as aves mortas. Os moradores estão assustados. Apenas duas galinhas sobreviveram.

“A gente acordou e viu esta cena horrível. Elas estavam colocadas em círculo com mordidas no pescoço e nas costas. Muitas tiveram o coração arrancado. Muito estranho. Se tivesse sido um bicho teria muito sangue no local e não tinha nada”, disse a moradora Anne Caroline, em entrevista à TV Band.

aves domésticas foram mortas misteriosamente
Aves quase não tinham sangue

“Ninguém sabe o que foi isso e estamos com muito medo. O lugar é cercado e não tem sinal de arrombamento. Parece que vieram pra sugar o coração dos bichinhos e ninguém ouviu nada”, disse, com medo, Maria Aparecida dos Santos, vizinha do galinheiro.

Os moradores passaram a quarta-feira esperando que alguém viesse recolher as aves. Eles disseram que ligaram para vários órgãos ambientais, mas ninguém apareceu. Assim, os próprios moradores enterram as aves.

O caso deve ser encaminhado para a Delegacia do Meio Ambiente.

(Fonte)

Colaboração: Mutley, Firestorm, Diego Lucas


Obviamente, este ataque às pobres aves pode muito bem ter sido feito por um humano, mas como o caso ainda é um mistério, vale a pensa registra-lo aqui.

E o leitor e amigo Carlos Abreu enviou a seguinte mensagem, a qual ele pediu para compartilhar com os leitores:

Amigos,

O assunto é recorrente e o “modus operandi” idêntico:

Sem sinais de luta, sem rastros, sem barulhos, sem sangue espalhado no chão e com a retirada de alguns órgãos dos animais vitimados.

O fato narrado no vídeo abaixo foi noticiado em todo o sudoeste mineiro. À época eu liguei a para a jornalista responsável pela matéria. Ela informou-me que, ao entardecer daquele noite fatídica, os sitiantes da região viram algo parecido com uma “bola de fogo” caindo do céu.

E as autoridades não investigam, não pesquisam, não fazem nada.

Talvez, quando começarem os ataques contra humanos seja tarde demais para se tentar fazer alguma coisa.

Saudações,

Carlos Abreu

n3m3

hit counter code
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!

Por favor, para ajudar manter o OH vivo, considere desativar seu bloqueador de anúncios ou colocar o OH na lista de sites permitidos (whitelist).

Agora, mais do que nunca. isto é importante.

Seu acesso sempre foi e sempre será gratuito, e você não é obrigado a clicar em nenhum anúncio, embora isso ajude muito na continuidade do site.

Muito obrigado.