web analytics

NASA e ESA vão procurar por vida em Marte

Tempo de leitura: 1 minuto

vida em Marte

As duas próximas missões de jipes-sonda para Marte tentarão determinar se o Planeta Vermelho já foi um lar para a vida.

Marte verá dois novos visitantes indo em sua direção por 2020, o jipe-sonda ExoMars da ESA e o jipe-sonda Mars 2020 da NASA. Ambos estarão levando uma gama de instrumentação sofisticada projetada para estabelecer se o planeta já foi o lar para a vida extraterrestre.

O novo jipe-sonda da NASA também estará reunindo amostras de rocha e deixando-as dentro de tubos de titânio selados, para que uma missão futura possa recuperá-los e traze-los de volta à Terra para estudo posterior.

Dr. Ken Williford, da NASA, disse:

Mars 2020 representa um primeiro passo crucial para um possível retorno de uma amostra de Marte. Nosso objetivo é coletar um conjunto diversificado de amostras do nosso local de pouso, com o melhor potencial para preservar os registros da evolução de Marte – inclusive a presença da vida se ela esteve lá.

O ExoMars, entretanto, levará consigo o que é conhecido como o “Laboratório Analítico Pasteur”, um conjunto de instrumentos com os quais explorará a superfície de Marte para biosignaturas antigas.

Não é necessário dizer que, se qualquer das missões realmente consegue encontrar provas da vida alienígena antiga em Marte, será uma das descobertas científicas mais significativas de todos os tempos.

(Fonte)

Mas não adianta nada enviar equipamentos para áreas que não mostram sinais anômalos que são facilmente vistos em fotos obtidas pelas sondas orbitais. Há áreas muito interessantes, como Cydonia e outras que apresentam formações estranhas similares a vegetações, nas quais a probabilidade de encontrar vestígios de vida é muito maior.

Quem sabe desta vez.

Enquanto isso, veja um interessante artigo mostrando cinco ocasiões onde a ciência quase “confessou” a existência da vida extraterrestre:

Cinco alegações científicas ousadas sobre a vida alienígena

n3m3