web analytics

Aeronave comercial canadense toma ação evasiva para evitar OVNI

Tempo de leitura: 1 minuto

Uma aeronave da Porter Airlines, similar à da foto abaixo, fez uma manobra evasiva na segunda-feira (14) para evitar colisão com um objeto voador não identificado, enquanto se preparava para pousar em Toronto.

Duas pessoas ficaram levemente feridas após a aeronave virar abruptamente para evitar um “OVNI”, enquanto voava sobre o Lago Ontário.

A aeronave Dash 8 da Porter Airlines, que carregava 54 passageiros, encontrou o objeto a aproximadamente 9.000 pés de altitude (2.700 metros), quando manobrava para pousar no Aeroporto Billy Bishop em Ontário.

porter-airlines

“Os pilotos notaram um objeto à distância (e) ao se aproximarem do objeto, perceberam que ele estava muito próximo do seu trajeto de voo”, constava uma declaração da Porter Airlines, de acordo com a imprensa Canadense.

Primeiramente os pilotos pensaram que se tratava de um balão. Porém, após serem interrogados, eles disseram que o objeto poderia ter sido um drone.

“Ninguém sabe neste momento. Aconteceu muito rapidamente”, disse Peter Rowntree, investigador regional sênior da Diretoria de Segurança de Transportes do Canadá. “Definitivamente não era um pássaro. Era um objeto um tanto grande.”

Duas comissárias de bordo foram levadas para um hospital na região e tratadas por ferimentos leves, reportou a CBC.

O governo canadense agora está trabalhando para passar novas regras, a fim de regular o crescimento do número de drones, e possivelmente ajudar a prevenir acidentes como este.

Há um número de incidentes entre aeronaves e drones ao redor do mundo, especialmente perto de aeroportos.

Contudo, geralmente drones não voam a 2.900 metros (embora possam), e não são enormes, como relatado. Talvez fosse mesmo um balão, ou então aquilo que é objeto de nosso estudo.

n3m3

Fonte