web analytics

Como saberemos se há vida alienígena nos exoplanetas?

Tempo de leitura: 2 minutos

Ao olharmos para as estrelas que piscam no céu noturno é fácil esquecer que aquelas luzes distantes e ofuscadas são sóis.  E, bem como o globo de chamas no centro do nosso sistema solar, esses sóis podem ter planetas em suas órbitas.

Não é como se pudéssemos ampliar nossa visão para enxergarmos as superfícies de um planeta alienígena.

Pensamos que há centenas de bilhões de planetas, só em nossa galáxia”,  diz a astrofísica Sara Seager. Ela uma exploradora nata, a qual dedica a sua vida à caça de exoplanetas longínquos, com condições similares às da Terra, que possam abrigar a vida.

Mas como iremos saber quais planetas fora do sistema solar podem abrigar a vida?  Não podemos olhar em suas superfícies – a distância é simplesmente muito grande – e se uma espécie alienígena não for inteligente, ela também não estaria transmitindo.

Porém, Seager acredita ter uma forma de visualizar assinaturas biológicas em exoplanetas – e isto envolve uma sonda no formato de uma grande flor, capaz de bloquear a luz de uma estrela.

Seager - Indiana Jone

Seager foi descrita como sendo a “Indiana Jone astronômica”

 

Seager meta

Seager disse possuir somente uma meta na vida, além de criar seus filhos: encontrar uma segunda Terra

 

Zona temperada

Exoplanetas precisam estar na zona temperada da órbita de suas estrelas – nem tão quente, nem tão fria, chamada em inglês de Goldilocks Zone, para serem perfeitos para a vida, diz Seager

 

Para encontrar a vida, precisamos lançar uma enorme "sombra estelar", diz Seager

Para encontrar a vida, precisamos lançar uma enorme “sombra estelar”, diz Seager

As fotos acima foram capturadas de um vídeo da série chamada The Genius Behind.

n3m3

Fonte: www.bbc.com