Crânios alongados podem ter servido como uma vantagem para a sobrevivência

Tempo de leitura: 2 min.

Crânios alongadosEles têm uma aparência estranha, parecem ser dolorosos e, mais importante, eles parecem alienígenas.  Eles são crânios alongados e uma nova descoberta na Patagônia pode revelar porque os pais sujeitavam suas crianças à esta prática horrorosa. Não somente isto, pesquisadores podem indicar quem os ensinou a fazer esta técnica.  Alienígenas?

De acordo com um estudo publicado no American Journal of Physical Anthropology, antropólogos da Kansas State University descobriram 60 crânios pertencentes a caçadores-coletores que viveram no sul da Patagônia e na Tierra del Fuego há uns 2.000 anos.  Dezoito dos crânios mostram evidências de alongamento, as primeiras encontradas na Patagônia.

Embora a maioria das culturas utilizavam a modificação dos crânios como forma de diferenciação para com os outros, os caçadores-coletores se movimentavam e eram forçados a encontrar e até mesmo se misturar com outros povos. Por que eles se transformariam em algo tão assustador ou alienígena?

Acredite ou não, os pesquisadores crêem que os caçadores-coletores da Patagônia usavam os grandes crânios para se parecerem mais inteligentes.  De acordo com a antropóloga Marta Alfonso-Durruty, os crânios alongados faziam com que os outros acreditassem que esses povos fossem inteligentes o suficiente para saberem como fazer suas cabeças ficarem fisicamente maiores e estavam conectados à outros povos mais inteligentes, os quais os ensinaram a técnica.

“…um crânio com formato anormal provava que eles tinham adquirido informação de como fazer isso a partir de outro grupo confiável.  Era uma estratégia social que permitia os indivíduos a acessarem recursos, os quais às vezes eram imprevisíveis, ao longo de um grande território.”

Quem repassou a eles o conhecimento para alongarem seus crânios, a fim de parecerem mais inteligentes e honestos?  Especialistas possuem evidências, as quais mostram que a deformação craniana (com amarras e não com a rachadura dos crânios por intermédio de clavas) data de 45.000 anos com os Neandertais.  Junto com a América do Sul, isso também era praticado em muitos outros lugares, inclusive na Rússia, Escandinávia e França, onde persistiu até o início dos anos 1900.

Quando estes crânios alongados são descobertos, muitos dizem que são de alienígenas com cabeças grandes, ou que são o resultado do cruzamento com esses alienígenas.

Alfonso-Durruty diz que os nativos da Patagônia aprenderam a técnica de outros povos mais inteligentes.  Seria possível que estes outros “povos” eram alienígenas com crânios alongados?  Talvez estes humanos modificaram os crânios de suas crianças para que se parecessem mais com os alienígenas que teriam encontrado.  Talvez fosse um sinal de gratidão pelo conhecimento que os alienígenas repassaram a eles.  Talvez eles queriam que outros grupos de pessoas pensassem que eles eram tão inteligentes quanto os alienígenas. Poderia ser esta a razão de outras culturas praticarem isto?

n3m3

Fontemysteriousuniverse.org

-------

BOMBANDO NO planetaabsurdo.com.br:

MULHER VOLTA À VIDA DEPOIS DE ESTAR MORTA POR 6 HORAS

-------

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.