Monges da idade média relataram ter visto a Lua explodir

Tempo de leitura: 2 min.

No ano de 1178, um grupo de monges em Canterbury, no Reino Unido, disseram ter visto a Lua explodir, se contorcer e se tornar escurecida.  O que teriam eles visto?

Através da história, as pessoas sempre confundiam fenômenos astronômicos com sinais sobrenaturais.  Algumas vezes, os sinais eram interpretados como mau presságio.  Frequentemente, luzes estranhas no céu eram consideradas portentos do mal.  Assim, em 1178, cinco monges de Canterbury passaram por um período turbulento.  Em 18 de junho, olhando para a Lua, eles viram algo que foi descrito numa linguagem bem religiosa:

“Este ano, no domingo que antecede a Festa de São João Batista, após o por do Sol, quando a Lua foi primeiramente vista, um sinal maravilhoso foi visto por cinco ou mais homens que estavam sentados de frente para ela.  Havia uma Lua nova, clara, como era normal naquela fase, e suas pontas estendiam para o leste; quando, repentinamente a ponta superior foi dividida em duas.  Saindo do meio de sua divisão uma tocha de fogo pulou, se estendendo por uma longa distância, chamas, brasas e faíscas.  Também, o corpo da Lua que estava baixo, contorcido, como se estivesse ansioso e, nas palavras daqueles que me relataram e viram isto com seus próprios olhos, a Lua palpitava como uma cobra golpeada.  Após esta ocorrência, ela voltou ao seu estado natural.”

O que teriam eles visto?  Algumas pessoas acham que eles não viram nada – citando o fato de que o corpo da Lua, o qual os monges disseram estar mais baixo do que suas pontas, deveria estar acima das pontas.  Mas alguns especialistas acreditam que eles viram o impacto que levou à formação da cratera Giordano Bruno na Lua.  Outros discordam, acreditando que tal impacto teria arremessado fragmentos que teriam levado ao apedrejamento da Terra, com a duração de uma semana.  Tal fato teria atraído a atenção de mais do que um grupo de monges.

A teoria mais crível é a de que os monges simplesmente viram um meteoro particularmente espetacular atingir a atmosfera.  A partir de seu ângulo de visão, pareceria que Lua tinha explodido.  E devido ao seu ângulo de visão, ninguém mais, fora eles, teria visto nada além do que uma estrela cadente.

Será que foi isso mesmo?

n3m3

Fonte: io9.com

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.