A Via Láctea pode conter centenas de bilhões de mundos habitáveis como a Terra, estimam cientistas

Tempo de leitura: 2 min.
Ilustração artística do telescópio Kepler. (Credito: NASA Ames/ W Stenzel)

Uma equipe de cientistas estima que possa haver centenas de bilhões de planetas como a Terra na nossa galáxia, a Via Láctea, os quais podem suportar a vida.

Novos estudos e novas projeções são frequentemente publicados por pesquisadores, porque ferramentas espaciais incríveis, tais como o telescópio espacial Kepler da NASA, estão fornecendo aos cientistas mais dados do que nunca antes disponibilizados.  Por exemplo, em 2012, os astrônomos analisaram dados do HARPS (High Accuracy Radial velocity Planet Searcher), pertencente ao Observatório Europeu do Sul, que é um telescópio próprio para procurar por planetas, e concluíram que deva existir dezenas de bilhões de planetas como a Terra em nossa galáxia.  E, em 2014, uma equipe de pesquisadores avaliaram a lista de exoplanetas confirmados, chegando à conclusão de que a Via Láctea é o lar de uma centena de milhões de planetas que poderiam suportar a vida alienígena complexa.

Para este recente estudo, os cientistas aplicaram a ideia conhecida como a ‘hipótese Titius-Bode’ para os exoplanetas detectados pelo Kepler.  O Science World Report explica, “A relação Titius-Bode é uma hipótese que os corpos em alguns sistemas orbitais, inclusive os do Sol, orbitam em eixos semi-principais numa função de sequência planetária.

O método de observação do Kepler tende a detectar planetas que estão muitos próximos de suas estrelas.  Assim os cientistas aplicaram a ideia Titius-Bode, que tem 2oo anos de idade, aos dados do Kepler. “Usamos a relação Titius-Bode e os dados do Kepler para predizer as posições dos planetas que o Kepler não pode ver“, disse o Professor Associado, Charley Lineweaver, da Universidade Nacional Australiana.

Os resultados levaram os pesquisadores a concluir que “uma estrela padrão tem aproximadamente dois planetas na assim chama zona habitável, que é a distância da estrela onde a água líquida, crucial para a vida, pode existir.

Predições de zonas habitáveis. (Crédito: ANU)

Linewaver declarou, “Os ingredientes para a vida são abundantes, e agora sabemos que os ambientes habitáveis são abundantes.

Mas ele especula, “Porém, o Universo não está fervilhando com alienígenas que possuem inteligência como a dos humanos, que podem construir rádio telescópios e naves espaciais.  De outra forma, os teríamos visto ou escutado deles.  Poderia ser que existe algum gargalo para o surgimento da vida que ainda não compreendemos. Ou as civilizações inteligentes evoluem, mas depois se auto destroem.

Nota do editor: Certamente o Professor não conversou com as milhares de pessoas, dentre elas presidentes, militares, astronautas, etc., os quais atestam quanto a realidade da visitação extraterrestre ao nosso planeta.  Um dia desses, a ‘ciência corporativa’ chegará lá e irá admitir; mas receio que será só quando tudo já estiver exposto.

n3m3

Fonte: www.openminds.tv

-------
-------

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.