Espaço do Leitor: Seria Eta Carinae o Segundo Sol?

Tempo de leitura: 2 min.
eta-carinae
Eta Cariane.

Em um dos episódios da nova série Cosmos, foi mencionada a peculiar situação da estrela Eta Carinae. Distante aproximadamente 7.500 anos­luz da Terra, a estrela possui aproximadamente 70 vezes mais massa do que o nosso Sol e está condenada a explodir. Quando isso acontecer, o impacto deste evento será tão grande que a estrela não se transformará em uma supernova mas, sim, em uma hipernova.

Em 1843, o brilho dessa estrela tornou­se mais potente do que o de Sirius, que está a apenas 8,6 anos­luz da Terra. Sua intensidade diminuiu no século seguinte, conforme esperado, mas misteriosamente começou a aumentar. Esse mistério foi resolvido recentemente quando um astrônomo brasileiro descobriu que essa estrela é, na verdade, um sistema duplo.

Mesmo assim, a vida daquele sistema estelar está no fim e uma grande explosão é esperada.

Segundo um post do site Above Top Secret, o Observatório Astronômico de La Plata estava observando a estrela através de comprimentos de ondas visuais e postou, em sua página, no último dia 3 de Julho, após um hiato de quase três anos, uma nota: “Eta está brilhando como nunca antes!  O Evento está chegando!!!”, referindo­se à explosão.

Mas quais seriam as consequências desse fenômeno para nós?

Enquanto Neil DeGrasse Tyson disse, na atração televisionada, que não haveria motivos para nos preocuparmos, o pessoal do ATS é mais alarmista.  Segundo eles, pelo menos um artigo publicado sustenta que uma das possíveis consequências da explosão seria a completa destruição de nossa camada de ozônio, o que resultaria num aumento substancial da radiação ultravioleta chegando à superfície da Terra, através de nosso próprio Sol. Outro ponto interessante é que, caso ocorra a explosão, ela seria tão brilhante que poderíamos ver sua luz durante o dia e ler um livro sob sua luz durante a noite.

Seria a explosão de Eta Carinae o famigerado segundo sol muito referenciado em várias profecias?

Pelo menos, há um consolo: se as estrelas explodirem hoje, ainda teremos cerca de 7.500 anos de tranquilidade. O problema é se elas já tiverem explodido há 7.500 anos atrás…

– André F. Machado

 

Páginas consultadas para esta matéria:

http://www.abovetopsecret.com/forum/thread1022546/pg1

http://etacar.fcaglp.unlp.edu.ar

http://www.zenite.nu

http://noticias.terra.com.br/ciencia/noticias/0,,OI241974-EI302,00-Brasileiro+resolve+misterio+da+estrela+Eta+Carinae.html

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.