Lei torna sigilosa a apuração de acidentes aéreos no Brasil

Tempo de leitura: < 1 min.

OVNI-e-aeronaveUma notícia um tanto ‘perturbadora’ (entre muitas) foi publicada no site do jornal A Folha de São Paulo, ontem (10/05/2014).  Nela é informado que toda a apuração de acidentes aéreos no Brasil será, de agora em diante, sigilosa.

Uma de suas consequências é a de que a polícia e o Ministério Público só terão acesso à caixa-preta de uma aeronave acidentada (que é o dispositivo que contem todas as conversas da tripulação), mediante decisão judicial. E as condições estabelecidas pela lei para que isso ocorra são duas: 1) que o órgão da Aeronáutica responsável pela apuração de acidentes aéreos, Cenipa, seja consultado antes, e 2) que essas informações sejam protegidas por segredo de Justiça, de modo a evitar suas divulgações.

Assim, o direito do cidadão à informação está sendo lentamente suprimido por esta e outras leis desta natureza, as quais agridem descaradamente a Constituição do país.  E, diga-se de passagem, embora pareça ser indicado pela foto acima, a preocupação de minha parte não está somente na possível e provável ocultação dos casos onde possam estar envolvidos OVNIs em acidentes aéreo .

Para saber qual foi a desculpa esfarrapada utilizada pelos elaboradores desta agressão à democracia, acesse o artigo original, clicando neste link: www1.folha.uol.com.br.

n3m3

Colaboração: Glorianv

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.