Novo foguete pode levar o homem até Marte em somente 39 dias. Hoje demoraria 3 anos, no mínimo

Tempo de leitura: < 1 min.

A-próxima-tecnologia-em-foguetesViajar para Marte não é fácil, e pode ser por isso que ninguém ainda tentou.  Levaria de seis a nove meses para chegar lá com a tecnologia atual de foguetes de combustível químico.  Ao longo do caminho, de acordo com um estudo de 2013, você seria bombardeado com radiação equivalente a passar por uma tomografia de seu corpo inteiro a cada seis dias, aumentando o seu risco de câncer acima dos limites estipulados pela NASA.  Ao alcançar o ‘planeta vermelho’, você teria que esperar até dois anos para que a Terra e Marte estivesse mais próximos um do outro, para tornar viável sua viagem de retorno, a qual demoraria outros seis a nove meses.

Mas, e se existisse uma forma melhor de viajar – um novo tipo de foguete que pudesse transportar você até Marte em menos do que seis meses?  Isto reduziria drasticamente, tanto o tempo de viagem quanto a exposição à radiação, e ao invés de três anos, a viagem toda de ida e volta poderia, teoricamente, levar somente 3 meses.

Isto não é ficção científica: em um barracão, cuja localização exata não é divulgada, em Webster, no Texas, um cientista está desenvolvendo um protótipo de motor de foguete que poderia tornar a viagem espacial mais rápida do que antes conseguida.

Franklin Chang Díaz,um físico que estudou no MIT e ex-astronauta da NASA, despendeu mais de 30 anos lidando com o motor de foguete que inventou, o qual ele acredita pode transformar o voo interplanetário.  Em 2005, ele fundou uma empresa, Ad Astra (’em direção às estrelas’ – latim), a fim de atingir esta meta.

A primeira pessoa que irá caminhar em Marte já nasceu“, ele diz. E ele espera que usarão seu foguete para chegar até lá.

O assunto acima será tema de um artigo a ser publicado na edição de maio de 2014, da revista Discover.

n3m3

Fonte: discovermagazine.com

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.