Cientistas não desistiram de procurar pelo ‘Planeta X’

Tempo de leitura: 2 min.

 

Representação artística do possível 'Planeta X'.
Representação artística do possível ‘Planeta X’.

Até agora, a caça pelo hipotético ‘Planeta X’ não tem rendido resultados, mas isso não significa que os astrônomos estejam desistindo.

Uma nova análise dos dados coletados pela sonda telescópio Wide-Field Infrared Survey Explorer (WISE) da NASA não revelou sinal algum da existência de tal planeta em nosso sistema solar.  Mas os cientistas continuam a procurar pelo planeta, ou por uma estrela ‘fraca’ longe do Sol.

Eu acho que os astrônomos continuarão a procurar por um companheiro distante do Sol com cada novo levantamento“, escreveu Kevin Luhman, da Universidade da Pensilvânia, para o site Space.com, por e-mail.  Luhman, que estuda estrelas de baixa massa e ‘estrelas fracassadas’ conhecidas como anãs marrom, recentemente publicou os resultados de sua pesquisa pelo Planeta X usando a sonda WISE.

Temos um desejo natural de melhor determinar o conteúdo do nosso Sistema Solar“, disse Luhman.  “Há um vasto volume de espaço na parte externa do Sistema Solar e gostaríamos de conhecer o que há por lá.

Um recente achado pode dar um ’empurrão para frente’ na caça pelo Planeta X.  Na quarta-feira (26 de março), pesquisadores anunciaram a descoberta de um planeta anão orbitando o Sol à distância, na região inexplorada conhecida como a Nuvem de Oort interna.

Como publicado aqui no OVNI Hoje, a órbita do recém encontrado planeta, conhecido como 2012 Vp 113, e alguns de seus vizinhos, é consistente com a existência de um planeta ‘perturbador’ longe do Sol – talvez tão distante que não possa ser detectado com os instrumentos atuais.

Por mais de um século, os astrônomos têm considerado a possibilidade de que outro enorme corpo exista além do sistema solar.

Percival Lowell criou o termo ‘Planeta X’ na entrada do século XX, para ser referir a um grande planeta ainda não descoberto que poderia ser responsável pela perturbação das órbitas de Urano e Netuno.  Mais recentemente, a ideia ‘evoluiu’ para uma possível estrela anã, companheira do Sol, apelidada de “Nemesis”.

n3m3

Fonte das informações: news.discovery.com

Colaboração: Josemir

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.