web analytics
Tempo de leitura: 2 min.

Nuvens lenticulares (ou algo mais estranho) aparecem em regiões não propícias ao fenômeno

Tempo de leitura: 2 min.
nuvens-ou-ovnis
A foto da esquera e a do centro mostram o fenômeno ocorrido em Porto Alegre, Brasil. À direita o ocorrido em Orlando, três dias antes.

Em 27 de janeiro passado, na cidade de Porto Alegra, RS – Brasil, às 19h43, foi fotografada uma ‘nuvem’ de formato muito interessante.  O fenômeno teria durado alguns minutos e logo depois foi encoberto pelas nuvens ao seu redor.

Porto-Alegre
Foto da ‘nuvem lenticular’ avistada em Porto Alegre, no dia 27 de janeiro passado. (clique na foto para ampliá-la).

Os especialistas qualificaram a ‘nuvem’ em questão como sendo do tipo lenticular.

Coincidentemente, longe de Porto Alegre, na cidade de Orlando, Flórida – EUA, um fenômeno similar, mas não idêntico, foi registrado, três dias antes do incidente em Porto Alegre, no dia 24 de janeiro, já nas primeiras horas da manhã. 

E como se não bastasse, dias antes do fenômeno ocorrer em Orlando, na cidade do Rio de Janeiro – Brasil, mais nuvens lenticulares foram avistadas e fotografadas, como pode ser visto no seguinte artigo publicado aqui no OH: https://ovnihoje.com/2014/01/22/espaco-do-leitor-nuvem-lenticular-e-filmada-no-rio-de-janeiro-brasil

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Foto tirada do fenômeno ocorrido em Orlando, nos EUA, no dia 24 de janeiro passado.

Até aí, nada demais, exceto por um fator.  De acordo com a descrição constante na wikipedia, as nuvens lenticulares se formam da seguinte maneira: “Quando ar estável e úmido flui sobre uma montanha ou cadeia de montanhas, uma série de ondas estacionárias podem se formar à sotavento da mesma. Se a temperatura na crista da onda descer abaixo do ponto de orvalho, o vapor de água em suspensão se condensará formando a nuvem lenticular. Na continuação do fluxo de ar, ao descer em direção a depressão da onda, a nuvem pode evaporar-se, razão para suas bordas características.”

Até é aceitável a presença de nuvens lenticulares no Rio de Janeiro, pois embora o fenômeno seja incomum por lá, pelo menos há montanhas ao redor que possam justificar a formação dessas nuvens. 

Contudo, nuvens lenticulares em Porto Alegre e principalmente em Orlando, onde não existem montanhas para auxiliarem na formação das mesmas, é algo, no mínimo, muito estranho. 

Ou o clima mundial está tão louco que decidiu agora fabricar nuvens lenticulares sobre regiões planas, ou o que se vê nas fotos deste artigo são outro tipo de fenômeno climático, ou não.

n3m3

hit counter code
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!!!

Caro leitor, a existência do OVNI Hoje depende exclusivamente dos anúncios apresentados aqui. Por favor, apoie o OVNI Hoje e desabilite seu bloqueador de anúncios para este site. Obrigado!