Há dez anos em Marte, jipe Opportunity descobre lama com água doce.

Tempo de leitura: < 1 min.

opportunity-20130607175107

Abaixo, notícia publicada hoje (26/1), por SALVADOR NOGUEIRA, no site da Folha da São Paulo:

O projeto original previa três meses. Mas lá se vão dez anos do jipe robótico Opportunity perambulando pela superfície de Marte, e com descobertas cada vez mais incríveis. A última foi de sinais de uma lama antiga feita com água doce no passado molhado do planeta vermelho. Mais habitável que isso não fica, para vida como a conhecemos.

Em um artigo científico publicado na última sexta-feira na revista “Science”, os pesquisadores que trabalham com o jipe confirmaram a descoberta, feita na cratera Endeavour, a cerca de 39 km do local original do pouso, em Meridiani Planum.

É um ótimo contraste com os primeiros resultados obtidos pelo jipe, que desceu numa região onde, bilhões de anos atrás, havia um mar salgado e extremamente ácido em Marte.

A nova descoberta, portanto, só foi possível graças à inesperada longevidade do rover.

QUEM ESPERA ALCANÇA

Antes do pouso, realizado em 25 de janeiro de 2004, ninguém sabia exatamente onde o Opportunity –que literalmente caía do céu, protegida por airbags– desceria.

“Nós torcíamos para cair perto da cratera Endeavour, que parecia um lugar muito interessante nas imagens orbitais”, conta Paulo de Souza Júnior, físico brasileiro que ajudou a projetar um dos instrumentos do jipe e participa da missão até hoje…

Para ler o restante do artigo, acesso o site de origem clicando aqui.

n3m3

Colaboração: Glorianv

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.