Planeta anão Ceres, contém água

Tempo de leitura: 1 minuto

O planetoide Ceres contém água, em forma de vapor.

Imagens infravermelhas do telescópio espacial Herschel, indicam que o planeta-anão Ceres, que orbita entre Marte e Júpiter, na zona conhecida como Cinturão de Asteroides, possui vapor d’água em sua superfície.

A descoberta não teria nada de mais, não fora pelo fato de que as teorias físicas ditam que este tipo de ocorrência seria impossível.

O estudo do planetoide Ceres não abalaria, em princípio, as teorias astronômicas.  Porém, a nova descoberta pode forçar uma revisão das teorias do porquê da própria Terra possuir água.

De acordo com o estudo sobre a descoberta, as moléculas de H2O presentes no planeta-anão estão na forma de vapor, que emana de duas fontes diferentes.  Isto é relativamente pouca água – seis litros sendo liberados por segundo – mas é o suficiente para estimular astrônomos a rever teorias sobre a formação do Sistema Solar.

No centro da discussão está a questão da diferença entre um cometa e um asteroide. Um cometa, pela definição clássica, é um corpo celeste de órbita alongada, capaz de viajar para os confins do Sistema Solar, e com um bocado de gelo d’água em sua composição. Já um asteroide é um corpo seco e rochoso, com órbitas confinadas à parte mais interna do Sistema Solar, antes de Júpiter.

n3m3

Fonte: A Voz da Rússia, via Folha Online

Colaboração: Gloriavn, Osnir Carlos Stremel junior