Espaço do Leitor: Nuvem lenticular é filmada no Rio de Janeiro – Brasil

Tempo de leitura: < 1 min.

Um fenômeno interessante ocorreu em 18 de janeiro passado no Rio de Janeiro e foi filmado por Ademir Luiz Borges. Veja o que ele escreveu:

Ontem, minha família e eu estávamos na Lagoa Rodrigo de Freitas (Rio de Janeiro) e olhei para o céu. Vi uma nuvem muito estranha. Na mesma hora muitas pessoas também comentaram sobre o fato.

O fato ocorreu às 17h55 aproximadamente.”

Nuvem-lenticular-no-Rio-de-Janeiro-em-18-de-janeiro-de-2014

Nuvens lenticulares fazem parte de um fenômeno que não ocorre todo o dia. Veja abaixo a explicação dada pela wikipedia:

Quando ar estável e úmido flui sobre uma montanha ou cadeia de montanhas, uma série de ondas estacionárias podem se formar à sotavento da mesma. Se a temperatura na crista da onda descer abaixo do ponto de orvalho, o vapor de água em suspensão se condensará formando a nuvem lenticular.  Na continuação do fluxo de ar, ao descer em direção a depressão da onda, a nuvem pode evaporar-se, razão para suas bordas características.

Sob certas condições, longas cadeias de nuvens lenticulares podem se formar próximo da crista de cada onda subsequente em um padrão repetitivo de nuvens que pode se estender por centenas ou até milhares de quilômetros. Visível em imagens de satélites como “costelas” de nuvens paralelas a uma cadeia inicial de montanhas, essa formação revela a presença do sistema de ondas.

Os sistemas de onda causam grandes movimentações verticais de ar, então se quantidade suficiente de vapor d’água se condensar, pode ocorrer precipitação.

As nuvens lenticulares já foram confundidas com OVNIs (ou como “esconderijo” de OVNIs) devido à sua aparência discóide. Cores fortes (chamada irização) são às vezes vistas nas beiradas dessas nuvens.1

Abaixo, o vídeo enviado por Ademir:

n3m3

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.