Prefeitura de cidade argentina é palco de fórum sobre OVNIs / UFOs

Tempo de leitura: < 1 min.

Em artigo publicado no site noticias.uol.com.br:

Comissão de Estudos do Fenômeno OVNI da República ArgentinaA prefeitura da cidade argentina de Rosario foi palco recentemente de um fórum no qual não se debateram leis nem orçamentos: os ÓVNIs protagonizaram uma audiência pública com o objetivo de abrir caminho para que estes fenômenos de ficção científica sejam matéria de ciência real.

Para que os objetos de natureza desconhecida que o céu argentino esconde possam ser investigados é necessário, primeiro, que a informação que as autoridades possuem sobre eles seja desclassificada e posta à disposição de todos os cidadãos.

A Comissão de Estudos do Fenômeno ÓVNI da República Argentina, em Cefora, que patrocinou o debate em Rosario, na província de Santa Fé, reivindica desde sua criação no ano de 2009 a desclassificação dos relatórios aeroespaciais em virtude do direito à informação que todos os cidadãos têm.

“O que queremos é estudar os fenômenos aéreos anormais, não queremos nos circunscrever ao que as pessoas normalmente chamam de ÓVNI e relaciona com naves e vida extraterrestre”, especificou Raúl Avellaneda, membro fundador da Cefora.

Esta comissão quer reunir forças com o público para “conseguir entre todos a desclassificação dos arquivos ÓVNI que estão em poder das organizações governamentais”, explicou Avellaneda.

A de Rosario é a primeira audiência deste tipo realizada na Argentina, e nela houve espaço para os especialistas e pesquisadores, mas sobretudo para a participação do cidadão comum.

“O que estamos pedindo é a desclassificação de todos os fenômenos anômalos. Todos temos a necessidade de saber o que é que está violando nosso espaço aéreo”, disse o membro da Cefora…

Para ler o restante do artigo, favor acesso o site de origem: noticias.uol.com.br

n3m3

Colaboração: M3NIS

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.