Super vulcão do Parque Yellowstone está novamente mostrando sinais de vida

Compartilhe este artigo com a galáxia!
Tempo de leitura: 2 min.
Possível erupção do super vulcão sob o Parque Yellowstone poderá ser danosa para todo o planeta, não só para os EUA.
Possível erupção do super vulcão sob o Parque Yellowstone poderá ser danosa para todo o planeta, não só para os EUA.

De acordo com o site endoftheamericandream.com, neste momento o solo do Parque Nacional de Yellowstone, nos EUA, está subindo à uma taxa recorde de aproximadamente 8 cm por ano.  A razão disso ser uma grande preocupação é porque sob o parque há um super vulcão, o maior da América do Norte.  Os cientistas dizem que inevitavelmente ele irá entrar em erupção novamente, e quando o fizer, a devastação será quase inimaginável.  Uma erupção total do super vulcão Yellowstone depositaria uma cama de cinzas vulcânica de 3 metros a até 1600 km de distância, e deixaria uma boa parte dos Estados Unidos inabitável.

O super vulcão Yellowstone é tão grande que é difícil descrevê-los em palavras.  De acordo com um artigo com artigo publicado no the Daily Mail, a área do magma abaixo do Yellowstone tem aproximadamente 480 km de largura.

Quando a maioria da população pensa sobre erupções vulcânicas ocorridas naquele país, ela lembra da erupção catastrófica do Monte Santa Helena, em 1980.  Mas aquela erupção nem chegaria aos pés à erupção do supervulcão Yellowstone.

O Professor de geofísica da Universidade de Utah, Bob Smith, diz nunca ter visto nada parecido durante os 53 anos que tem observado o Yellowstone.  Em setembro passado, 130 terremotos atingiram o parque durante o período de uma semana.  Este fato deixou muitos observadores do Yellowstone extremamente preocupados. A recente onda de terremotos começou no dia 10 de setembro e continuou até 16 de setembro.

Veja mais alguns fatos sobre o super vulcão do Parque Yellowstone:

  1. A próxima erupção do Yellowstone parece estar mais próxima a cada ano que passa.  Desde 2004, algumas áreas do Parque se elevaram 25 cm.
  2. Ocorrem aproximadamente 3.000 terremotos todo o ano no Parque.
  3. Caso haja uma erupção em grande escala, virtualmente todo o noroeste dos Estados Unidos será completamente destruído.
  4. Uma erupção massiva do Yellowstone mataria tudo dentro de um raio de 160 km do Parque, imediatamente.
  5. Essa erupção cobriria  todo o meio oeste dos Estados Unidos com cinza vulcânica e a produção de alimentos daquele país seria completamente eliminada.
  6. Um ‘inverno vulcânico’ que seria causado pela erupção iria esfriar radicalmente o planeta.  Alguns cientistas acreditam que as temperaturas globais declinariam em até 20 graus.
  7. Os Estados Unidos nunca seriam os mesmos após a erupção.  Alguns cientistas predizem que se a cratera explodir, dois terços daquele país ficaria completamente inabitável.

O que torna tudo isso ainda mais alarmante é o fato de que um número de vulcões ao redor do mundo está começando a entrar em atividade também, de acordo com o site de origem do artigo.

n3m3

Fonte das informações: endoftheamericandream.com

-------

BOMBANDO NO planetaabsurdo.com.br:

ADORADORES USAM FACAS PARA EXPOR SEUS OLHOS EM FESTIVAL RELIGIOSO

-------
-------

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.