Ministério da Defesa do Reino Unido cessou sua investigação sobre OVNIs por não encontrar nada interessante. Será?

Tempo de leitura: 3 min.

Ministério da Defesa do Reino UnidoComo foi publicado aqui no OVNI Hoje, o Ministério da Defesa do Reino Unido (MoD), liberou seus últimos arquivos sobre OVNIs (2007 a 2009) e informou que não mais iria investigar sobre o fenômeno, pois nenhum avistamento relatado revelou que exista uma presença extraterrestre, ou ameaça militar ao Reino Unido.

O OVNI Hoje acredita que não haja mesmo nenhuma ameaça militar a nenhum país da Terra por parte deste fenômeno, mas declarar que não exista uma presença extraterrestre é simplesmente fingir que não existiram casos como o da Floresta de Rendlesham e muitos outros.  Veja abaixo alguns exemplos ainda sem explicação:

Uma carta recebida pelo MoD, no verão de 1954, relatava sobre um incidente claramente ilustrado de como um círculo negro foi visto no céu e o momento que ele se moveu lateralmente parecendo-se com um disco voador prateado.

Em outro caso, um OVNI foram avistados por um motociclista em agosto de 2008, em Argoed.  O homem diz que avistou três luzes alaranjadas brilhantes no céu a uns 800 metros de distância  Então ele encostou sua moto para melhor examinar o que havia avistado, porém notou que as luzes estavam apontando em sua direção, as quais foram apagando uma a uma.  Então ele ainda foi capaz de discernir o formato do objeto, que parecia ser um disco.

Mas é aqui que qualquer pessoa se perguntaria: podemos confiar nessas testemunhas, que poderiam ser pessoas bêbadas, drogadas, mentirosas ou até mesmo insanas?

Claro, a possibilidade existe.  Mas o que dizer do incidente que foi observado por um controlador de tráfego aéreo militar, o qual viu o objeto em seu radar.  E se na Inglaterra os militares formam controladores de radar malucos, então também formam guardas de segurança insanos, pois dois deles presenciaram o evento em solo.

Esse relato é um dos mais interessantes que foram liberados pelo MoD e ele é relatado pelo próprio controlador de tráfego aéreo, que estava trabalhando como supervisor de turno na base da RAF em Lyneham, próximo a Chippenham, Wiltshire, quando o incidente ocorreu.

O controlador estava orientando uma aeronave Hercules C-130 a aterrissar, quando viu uma enorme mancha estacionária na tela de seu radar.  Ele contatou os pilotos e os orientou a desviar o objeto desconhecido.  Então, ele deixou a sala de radar e subiu até a ‘sala de controle visual’, onde ainda podia ver o objeto nos instrumentos.

Contudo, não podendo ver nada pela janela, ele regressou à sala de radar no andar de baixo.

De repente, ele viu na tela a mancha ‘explodir’ e lançar fragmentos em todas as direções em altíssima velocidade.  Logo depois, ele recebeu um telefonema de um guarda de segurança que estava agitado, o qual reportou ter visto uma luz brilhando ao leste, que tinha ‘explodido’, lançando fragmentos em todas as direções.

O controlador aéreo relatou: “Ele (o guarda de segurança) disse que nunca viu nada viajar tão rapidamente e definitivamente não era uma aeronave.  As declarações dele arrepiaram os pelos da minha nuca.  Vários minutos depois outro guarda telefonou, relatando a mesma coisa“.

O controlador reportou o incidente ao MoD, primeiramente por telefone, e depois por escrito.  O Sargento de Vôo aposentado começa seu relato declarando que ele é “um dos maiores céticos de OVNIs do mundo“.  Ele também declara que tinha tido quase 20 anos de experiência trabalhando com radar e analisando as falhas que eles podiam produzir, tais como atividade de pássaros e variações atmosféricas.  Porém, ele diz: “Eu não tenho uma explicação realística para o que vi, assim foi literalmente um objeto voador não identificado“.

O incidente ocorreu logo antes do Natal de 1994, ou 1995.  O controlador de vôo não pôde lembrar exatamente.  Os detalhes sobre este caso estão entre os arquivos recém liberados, porque em 2009 o militar aposentado e um grupo de pesquisa de OVNIs tentou obter maiores informações sobre o assunto com o MoD.
Ao ler estas e outras histórias relatadas nos 60 anos de registros do MoD sobre o assunto no Reino Unido, uma das duas explicações pode ser a real razão para eles terem deixado de investigar sobre o fenômeno:

1) Ou o MoD sabe que a presença destes objetos, mesmo sendo de origem alienígena, não constitui ameaça ao seu país, (como declarado parcialmente por eles mesmos) e assim não há nada mais que possam fazer; ou

2) Eles já sabem tudo que precisam sobre o fenômeno, inclusive mantendo contato direto com os tripulantes desses objetos.

Em ambos os casos faz sentido economizar dinheiro, num mundo onde a economia anda um pouco afetada.

Você pode pensar em outras razões?

n3m3

-------
-------

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.