Plutão tem uma quinta lua. Mas isto o recoloca na categoria de planeta?

Tempo de leitura: < 1 min.
P5, a lua recém descoberta de Plutão, marcada com um círculo.

Ontem, 11 de julho, cientistas anunciaram a descoberta de uma quinta lua orbitando Plutão.  Porém, enquanto muitas pessoas acham que luas, ou satélites naturais, somente orbitam planetas, Plutão foi rebaixado há seis anos pela União Astronômica Internacional (IAU) e não mais recebe esta denominação.  Hoje ele é classificado como um planeta anão, ou um planetóide.

Astrônomos descobriram uma quinta lua ao redor de Plutão.  Esta lua tem um formato irregular, e seu diâmetro varia entre 10 km e 25 km. Ela gira em torno de Plutão, a cerca de 95 mil km do planeta-anão.

Apesar de agora terem encontrado esta quinta lua, peritos dizem que este fato não vai mudar a classificação de Plutão.

Isto muda sua classificação planetária?  Claro que não“, escreveu Michael Brown, um astrônomo do Instituto de Tecnologia da Califórnia em um e-mail enviado ao site SPACE.com.  Brown descobriu um objeto rochoso, aproximadamente do tamanho de Plutão, batizado de Eris, e este foi um fator importante na decisão do IAU em reavaliar a classificação dos corpos celestes e o que realmente pode ser considerado um planeta.

O IAU declarou que para ser classificado como planeta, um objeto deve respeitar três condições.  Ele deve orbitar sua estrela diretamente, ou seja, sem orbitar outro planeta; ele deve ter gravidade suficiente para ter a forma esférica; e ele deve limpar a área ao seu redor de outros objetos.

Mas Plutão, mesmo com suas cinco luas, não “limpa sua vizinhança”.

Plutão não é o único planetóide que possui luas.  Os planetóides Eris e Quaoar tem uma lua cada, enquanto Haumea tem pelo menos duas.

Até agora, ninguém encontrou outro planetóide que tivesse cinco luas, mas isso pode ser devido ao fato de que os cientistas estudaram Plutão mais cuidadosamente do que os outros planetóides,

n3m3

 

Fonte: www.space.com

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.