Sistema revolucionário de geração de energia elétrica limpa é apresentado em Imperatriz, MA – Brasil

Tempo de leitura: 2 min.
Cleriston Lealesta e Nilson Barbosa, criadores do Projeto Energia Universal.

Não assisto muito TV, mas pelo que me consta, esta notícia não foi veiculada nas grandes emissoras de TV do nosso país.

De acordo com o site do Jornal Agora – Santa Inês, no dia primeiro deste mês, foi lançado no Auditório Ademar Mariano em Imperatriz, estado do Maranhão, um processo que pode representar uma evolução mundial em geração de energia.

Segundo os criadores do projeto, o empresário Nilson Barbosa e o técnico industrial Cleriston Lealesta, esta é uma das fontes renováveis, onde sua produção não agride o meio ambiente

Durante  a solenidade, eles explicaram que o projeto “Energia Universal” é processo que resulta em energia elétrica, que, segundo eles, pode substituir em definitivo a maneira tradicional de se obter energia elétrica.

Os idealizadores disseram que o acesso à fonte natural e inesgotável da Energia Universal se torna possível através do “sistema de autogeração através do ciclo”.

O dispositivo capaz de tal feito pode ser móvel ou fixo, e capta instantaneamente elétrons através do eletromagnetismo, necessitando de apenas uma pequena força inicial deenergia, por alguns segundos. Dessa forma é alcançado o fechamento do ciclo utilizando-se da força eletromagnética presente no universo.

Por ser um sistema móvel e compacto, ele pode ser projetado para fornecer energia elétrica com baixa, média ou alta potência em qualquer tensão e frequência incorporando-se a qualquer tipo de objeto portátil, máquinas, equipamentos, ferramentas, além de veículos automotores leves ou pesados, navios, trens, submarinos, aviões, helicópteros, foguetes espaciais, espaçonaves, robôs, enfim, todo e qualquer equipamento que necessite de energia elétrica para o seu funcionamento.

Quando captamos energia elétrica não agredimos o meio ambiente, por ser uma nova fonte de energia proveniente e presente em todo universo. Esta energia é renovável limpa e infinita, é a ‘Energia Universal’ ”, dizem eles.

De acordo com Nilson Barbosa, “no momento em que nós descobrimos como acessar essa energia do universo isso representa uma inovação. A partir daí vai ser matéria de estudo para muitos cientistas. Não só Imperatriz, mas o Brasil e o mundo vão participar desse projeto”.

Como já era de se esperar, o projeto idealizado pela iniciativa privada ainda não conta com estudos reconhecidos pela comunidade acadêmica, mas os idealizadores dos dois protótipos para os testes, que foram feitos na presença dos convidados para o lançamento, garantem que diversos pesquisadores e cientistas participaram do estudo da montagem das máquinas.

Já com o projeto patenteado, os idealizadores garantem que se houver investimentos para produção em larga escala, o “Energia Universal” pode representar uma revolução sem precedentes na área energética.

Assista o vídeo abaixo da apresentação do projeto:

Fonte do vídeo: Gutemgomes

Infelizmente, se esta descoberta realmente for viável, seguramente ela será boicotada pelas grandes corporações de petróleo e energia, com o já ocorreu com várias outras descobertas do gênero.

n3m3

Colaboração: Niraldo Barbosa

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.