Sonda Phobos-Grunt deverá despencar do céu a qualquer momento

Tempo de leitura: < 1 min.
Sonda Phobos-Grunt, sendo preparada.

Em 11 de novembro passado, publicamos aqui no OVNI Hoje sobre a sonda russa Phobos-Grunt, que teria ficado presa em órbita da Terra, a caminho de Marte, devido a uma falha em seu lançamento.

Agora, foi confirmada a notícia de que ela realmente irá cair até a próxima terça.

No momento, devido ao grande número de incertezas sobre a órbita e a ambiente espacial em torno do satélite, as indicações são de que a Phobos-Grunt deve reentrar entre 13 e 17 de janeiro , entre 51,4 graus de latitude Norte e 51,4 graus de latitude Sul” disse Heiner Klinkrad, chefe do escritório da ESA.

A massa da sonda, que tem mais de 13 toneladas, é composta principalmente de combustível altamente tóxico, que não foi utilizado, pois a nave não chegou a sair da órbita terrestre.  Este fato gerou muita preocupação, pois o combustível poderia contaminar uma grande área ao redor do local de sua queda.  Contudo, os cientistas esperam que o mesmo se disperse na reentrada.

A Roscosmos espera que no máximo 20 a 30 fragmentos atinjam a superfície da Terra, com uma massa total de menos de 200 quilos.

Esta semana, Vladimir Popovkin, chefe da Roscosmos, insinuou em entrevista que o programa espacial russo pode estar sendo vítima de sabotagem. Além da perda de Phobos-Grunt, o mais caro e ambicioso projeto interplanetário do país em quase duas décadas, a Rússia viu diversos acidentes seguidos com seus foguetes, entre eles alguns que carregavam satélites que seriam usados no sistema Glonass, um potencial futuro concorrente do sistema de navegação global GPS dos EUA.

n3m3

Fonte: oglobo.globo.com

Colaboração: Marisa, Geekgata

© 1996 – 2012. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.