Estruturas de epitélio encontradas no meteorito marciano Lafayette

Tempo de leitura: 2 min.

Indicado por nossa leitora Beatrix, expomos abaixo o Resumo e a Conclusão de um trabalho de Liangtai Lin, intitulado Estruturas de Epitélios Encontradas no Meteorito Marciano Lafayette.

Liangtai Lin não é a primeira pessoa a encontrar indícios de micro organismos em meteoritos marcianos.  Vários outros cientistas também expuseram seus achados, mostrando evidências de que o planeta Marte uma vez já abrigou a vida, se é que ainda não abriga. 

Contudo, todos os achados foram contestados pelos ‘professores da impossibilidade’, guardiões da preservação do status quo.

Resumo

Epitélio (estrutura ovalada na parte inferior direita da foto). Foto obtida de uma liberação de imprensa da Universidade de Leicester, Reino Unido.
.

Estruturas de epitélio foram encontradas em duas imagens eletrônicas do meteorito marciano Lafayette.  Uma imagem mostra estruturas de epitélio colunar pseudo-estratificado.  A outra mostra estruturas de epitélio simples cuboidal. Essas estruturas podem não ser bióticas em origem, se forem consideradas separadamente do nível celular.  Porém, não há relatos de material não vivo iguais às estruturas integradas no nível do tecido.  Nenhum mineral terrestre foi encontrado neste meteorito.  As estruturas de epitélios são formadas neste meteorito, possivelmente por terem adentrado a rocha pela água de Marte, ou porque a rocha originalmente se solidificou ao redor das estruturas de epitélio.

Conclusão

Estruturas animais estão presentes em um fragmento de meteorito marciano.  Como a maioria destes são compostos de rocha ígnea, outros meteoritos de rocha sedimentária poderão também conter estruturas fósseis de células animais, pois fósseis terrestres foram encontrados pela maior parte em rochas sedimentarias.  Os meteoritos ALH84001, Ivuna, Orgueil e Lafayette podem somente ser a ponta do iceberg.

Outros trabalhos do mesmo autor podem ser encontrados clicando em seu nome abaixo.  Segue também seu e-mail:
Liangtai Lin wretchfossil@gmail.com

n3m3

 

Fonte: wretchfossil.blogspot.com

Colaboração: Beatrix

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.