Astrônomos dizem ser possível detectar civilizações de ETs através das luzes de suas cidades

Tempo de leitura: 2 min.
Poderiam as luzes de cidades de ETs serem captadas por telescópios super poderosos?

Astrônomos dos EUA dizem que é possível a detecção de civilizações de ETs em planetas que orbitam outras estrelas, através monitoramento das luzes de suas cidades.

Esta idéia foi proposta por Avi Loeb do Centro Harvard-Smithsonian para Astrofísica e Edwin Turner da Princeton.

Procurar por cidades alienígenas seria muito difícil, mas não seria necessário recursos extra.  E se tivermos sucesso, isto mudaria a percepção de nosso lugar no universo,” diz Loeb.

O plano se baseia na possibilidade de alienígenas usarem luzes artificiais durante suas noites, como nós humanos fazemos.  Este pode não ser o caso para algumas raças, mas para algumas raças de ETs poderia ser possível.

De acordo com Loeb e Turner, o lado bom disso é que exoplanetas com tais cidades iluminadas, poderiam potencialmente ser captadas à medida que a variação total de luz emitida do planeta mostrasse uma diferente assinatura, quando comparada com o lado iluminado.  Obviamente, isto requereria telescópios muito mais poderosos do que os que estão sendo utilizados hoje; mas pelo ritmo de desenvolvimento dos telescópios, logo poderemos ter tal instrumento.

Os dois cientistas calculam que os telescópios atuais poderiam detectar uma cidade do tamanho de Tóquio dentro do Cinturão de Kuiper, que é a região além dos planetas de nosso sistema solar, onde os corpos congelados, tais como Plutão são encontrados.

É muito improvável que haja cidades alienígenas na fronteira de nosso sistema solar, mas o princípio da ciência é o que encontrar um método para checar“, diz Turner.

A procura por luzes de cidades poderia ser um método mais eficiente de encontrar civilizações de alienígenas, do que os métodos tradicionais, tais como a escuta por transmissões de rádio.

O trabalho de Loeb e Turner já foi submetido para ser publicado na Astrobiology e pode ser lido (inglês) de antemão, clicando neste link: http://arxiv.org/abs/1110.6181

n3m3

Fonte da notícia: articlechase.com

Colaboração: Gobatto

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.