Alienígena flagrado em filmagem na Amazônia?

Tempo de leitura: 2 min.

Nosso parceiro Weslem, do etseetc.blogspot.com, nos deu a dica sobre a seguinte notícia que ele publicou sem seu site:

Clique na imagem para ampliá-la.

Um suposto vídeo feito por turistas britânicos pode ter flagrado um ser extraterrestre do tipo Alfa ou Grey, em plena selva  amazônica. No site em que descobri a matéria havia apenas quadros do vídeo e neles é possível ver um ser do tipo grey e uma luz mais atrás, esta luz parece estar ligada à criatura, talvez uma sonda alienígena.

A imagem vem de um vídeo obtido pelo  famoso paranormal escritor Michael Cohen e alegou ter sido filmado por dois turistas britânicos que visitam a região Manaus da Amazônia. Enquanto para muitos as imagens podem ser simplesmente classificadas como uma brincadeira bem executada, o Sr. Cohen, que dirige o website allnewsweb.com, sugere as fotos de alguma forma pode provar a existência de aliens…

Clique na imagem para ampliá-la.

Ele disse: “Esta é uma filmagem altamente convincente que será difícil para desacreditar. A área também foi o foco de uma investigação do governo brasileiro de alto nível conhecido como Operação Prato, onde o exército foi enviado para monitorar e confirmar uma presença alienígena na região.

Ele disse que o governo brasileiro negou que houvesse uma Operação Prato por anos, antes de admitir que ocorreram, e lançou grandes quantidades de arquivos associados a ele.

Clique na imagem para ampliá-la.

Ter obtido as imagens, o Sr. Cohen, que é bem conhecido nos círculos OVNI e paranormal, foi inundado com pedidos dos produtores de Hollywood interessados ​​em usar sua prova.

Este filme vai ser usado em colaboração directa com um filme americano e servirá para destacar isso como prova de veracidade este filme é“, disse ele. – Weslem

Colaboração: etseetc.blogspot.com

——

Vejam o vídeo de onde as fotos teriam sido extraídas, que foi publicado no YouTube:

Fonte do vídeo: zzentityzz2

n3m3

Colaboração: mattosap

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.