Comando da Aeronáutica cumpre Portaria e desclassifica pastas ufológicas inéditas

Tempo de leitura: < 1 min.
Brigadeiro Juniti Saito

Notícia publicada no site www.ufo.com.br:

Desde que a campanha UFOs: Liberdade de Informação Já, liderada pela Comissão Brasileira de Ufólogos (CBU), aumentou as cobranças junto ao Governo Federal, a Força Aérea Brasileira (FAB) tem assumido significativo papel de vanguarda na abertura das informações referentes a presença alienígena no espaço aéreo brasileiro. Das mais de 5.000 páginas de documentos que estão na Coordenação Regional do Arquivo Nacional no Distrito Federal (COREG), pelo menos 80% delas vieram dessa Força. E com a chegada de mais um lote em 2011, dessa vez referente aos anos de 2000 a 2010, o comandante da FAB, brigadeiro Juniti Saito, mais uma vez confirma sua inquestionável liderança, numa abertura de informações desse tipo que jamais havia sido registrada no nosso país.

Todavia, antes de discorrermos rapidamente sobre o contexto do recente conteúdo liberado pelo Centro de Documentação e Histórico da Aeronáutica (Cendoc), ainda considerando-se o inédito e significativo acervo da FAB, algumas indagações sobre o tamanho do acervo persistem. Além de documentos e outras informações em vários formatos resultantes da Operação Prato – que até hoje não se sabe onde foram parar -, outros importantes papéis ainda não foram para as prateleiras da COREG.

Para ler o restante desta notícia, favor acessar o link de origem da mesma: www.ufo.com.br

O documentos podem ser acessados no seguinte link: http://www.ufo.com.br/documentos/Documentos_liberados_oficialmente/2000/ .

A recente liberação está a partir do documento BR_AN_BSB_ARX_667-novo.pdf.

n3m3

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.