Especialista argentino em OVNIs revela novos dados sobre trágica explosão em seu país

Tempo de leitura: < 1 min.

De acordo com o site www.elintransigente.com, o ovniólogo Luis Burgos, revelou em um programa de TV novos dados a respeito da misteriosa e trágica explosão que ocorreu em Montegrande, Esteban Echeverría, Buenos Aires – Argentina. (Ver artigo publicado aqui no OVNI Hoje)

Segundo Burgos, a causa da explosão não foi um meteorito ou um vazamento de gás, mas sim um estranho aparelho, aparentemente teleguiado.

Esta nova versão está baseada no testemunho de 20 pessoas, que asseguram que o objeto voador que caiu não se precipitou descontroladamente até a terra, mas sim variou sua velocidade antes do impacto final.  O artefato teria voado baixo, ao nível dos cabos elétricos, quando perdeu o controle e caiu.  Ao cair ele teria levado um cabo de aço e logo após despencado sobre uma das casas.

Para descartar a versão oficial das autoridades argentinas, Luis Burgos enumerou uma série de detalhes que não encaixam com as razões dadas pelos investigadores do caso.  Por exemplo, um taxi foi absorvido pela explosão, e não expulsado, como normalmente ocorreria em um evento desses.  Além disso, cortes nas grades indicaram um direção oposta das observadas em outros eventos com explosões.  Assim ele chegou à conclusão de que o ocorrido foi uma implosão.

Mas a polêmica aumentou ainda mais, quando lhe foi perguntado se poderia ter havido a possibilidade do aparelho ter sido um instrumento de espionagem dos Estados Unidos.  A resposta de Burgos foi afirmativa.

Veja abaixo o vídeo da entrevista:

http://www.youtube.com/watch?v=1p-SYI2DrbE&feature=player_embedded

Fonte do vídeo: OTROBB4

O blog OVNI Hoje não subscreve à idéia de que esta explosão tenha realmente sido um dispositivo de espionagem dos EUA que perdeu o controle.  Contudo, devido às alegações de tantas testemunhas, o que podemos concluir é que o evento não foi causado pela mera explosão de gás.

Talvez nunca saberemos a verdade sobre este caso.  Mesmo assim, vamos ficar alertas.

n3m3

Fonte: www.elintransigente.com

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.