Outro satélite pode cair este ano, com risco ainda maior

Tempo de leitura: < 1 min.
Satélite Rosat

Com o satélite UARS despencando do céu esta semana, há ainda outro satélite esperando sua vez para reentrar na atmosfera, o qual pode ser ainda mais perigoso, isto é, se cair em alguma área populada.

Trata-se de um satélite alemão, de nome Rosat, o qual também se encontra desativado.

O Rosat deverá atingir a Terra entre outubro e novembro deste ano.  Ele foi lançado ao espaço em 1990, e foi usado durante oito anos para observações de estrelas, nebulosas e galáxias.

A agência espacial alemã estima que mais ou menos 30 pedaços do satélite que pesa 1,6 toneladas podem atingir o solo terrestre.

No caso da UARS, apenas 532 quilos devem escapar da queima na atmosfera, produzindo 26 fragmentos do instrumento. Somente um dos pedaços pode chegar a pesar até 150 quilos.

Apesar do alerta, o serviço norte-americano de monitoramento de objetos espaciais (em inglês) que entram novamente na atmosfera terrestre ainda não lista a data possível da chegada do ROSAT, já que ainda não está claro quando o satélite deverá penetrar novamente no planeta.

n3m3

Fonte: http://g1.globo.com

Colaboração: Bete

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.