NASA: Moléculas de oxigênio são encontradas no espaço pelo telescópio Herschel

Tempo de leitura: 2 min.

A notícia abaixo foi liberado hoje, primeiro de agosto de 2011, pela NASA:

WASHINGTON – O maior telescópio do Observatório Espacial Herschel e detectores infravermelhos de última geração forneceram a primeira confirmação de moléculas de oxigênio no espaço.  As moléculas foram descobertas no complexo formador de estrelas de Orion.

Os átomos individuais de oxigênio são comuns no espaço, particularmente ao redor de grandes estrelas. Mas, oxigênio molecular, o qual perfaz aproximadamente 20 por cento do ar que respiramos, tem iludido os cientistas até agora.

O gás oxigênio foi descoberto na década de 1770, mas demoramos mais de 230 anos para finalmente dizer com segurança que esta molécula tão simples existe no espaço“, disse Paul Goldsmith, cientista do projeto Herschel no Laboratório de Propulsão a Jato, em Pasadena, Califórnia.

Goldsmith é o principal autor de um recente documento científico que descreve a descoberta no Astrophysical Journal.  Herschel é uma missão da Agência Espacial Européia, a qual conta com importantes contribuições da NASA.

Os astrônomos tem procurado pelas elusivas moléculas no espaço por décadas através do uso de balões, bem como com telescópios com base na Terra e no espaço.  O telescópio sueco chamado Odin, encontrou a molécula em 2007, mas a descoberta não pode ser confirmado.

Goldsmith e seus colegas propõem que o oxigênio esteja preso em água congelada que envolve minúsculas partículas de poeira no espaço.  Eles acham que o oxigênio detectado pelo Herschel na nebula de Orion foi formado após a luz estelar ter esquentado os grãos gelados, liberando água, a qual foi convertida em moléculas de oxigênio.

Isto explica onde parte do oxigênio possa estar se escondendo“, disse Goldsmith. “Porém não encontramos grandes quantidades de oxigênio, e ainda não entendemos o que estas áreas onde o encontramos têm de tão especial. O universo ainda tem muitos segredos“.

Os pesquisadores planejam continuar sua caça por moléculas de oxigênio em outras regiões formadores de estrelas.

“O Oxigênio é o terceiro elemento mais comum no universo e sua forma molecular deve ser abundante no espaço”, disse Bill Danci, cientista do programa Herschel. “O Herschel está fornecendo uma poderosa ferramenta para sondar este mistério ainda não resolvido.  O observatório dá aos astrônomos uma ferramenta inovadora para procurar a um novo jogo de comprimento de ondas onde a assinatura indicadora do oxigênio pode estar se escondendo“.

————

Já temos água, já temos oxigênio; só falta a confirmação de vida extraterrestre, inteligente ou não.

n3m3

Fonte: http://www.nasa.gov

 

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.